[RESENHA] Esconda-se - Detective D.D. Warren - Livro 2 - Lisa Gardner

Esconda-se

| Autor: Lisa Gardner | Selo: Novo Conceito | Páginas: 400 | ISBN: 9788581633107 | Skoob | Comprar |

Uma mulher que foi obrigada a fugir — desde criança— de uma possível ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência doméstica que presenciaram. Um pingente que foi parar em mãos erradas — e a cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns!

''Perto de um hospital psiquiátrico abandonado é descoberto uma câmera com seis corpos em seu interior, todos de garotas. Um desses corpos pode ser o de uma menina que está desaparecida há décadas, a melhor amiga de infância de Annabelle.''

Esconda-se... WOW, IUUUUUPI, #MASSA, #MARA.... Uso essas e todas as outras formas livres de se expressar o quanto um livro é incrível!
Fãs de Sidney Sheldon, aqui tem um livro de uma autora tão boa quanto ele. Esse livro é um romance/suspense/drama.

Lisa nos conta a história de Annabelle, uma garota que foge com seus pais de um inimigo desconhecido desde os sete anos de idade. Ela aprendeu lutas, a fugir, se esconder, mudar nomes e documentos. Porém nunca soube do que fugia.
Agora que seus país estão mortos, ela está cansada de fugir desse ''alguém''.

Eis que entra na história nossa bela policial, agora chefe da investigação, D.D Warren, junto com seu ex-namorado, bom e quente policial Bobby.

Seis corpos, seis corpos de crianças em sacos num armário, tudo isso dentro de uma câmera perto de um hospital psiquiátrico. Esse é o novo caso de D.D Warren, encontrar um assassino, um louco que mata menininhas.
Ao que tudo indica o caso de Annabelle e dessas seis meninas estão interligados. E o assassino ainda está vivo e pronto para terminar o que começou.

Sacos. Seis sacos plásticos. Plástico caro.Ele recuou.Nada foi dito. Sentiu a boca se abrindo, mas nada estava acontecendo, não saiu nada. Ele apenas ficou olhando. E olhando e olhando, porque uma coisa daquelas não podia existir, uma coisa daquelas não podia ser. Sua mente viu aquilo, rejeitou e então viu a imagem e lutou contra ela mais uma vez. Ele não podia... Isso não podia...

A trama é muito envolvente, ver os policiais fazendo conjecturas, bolando planos e estratégias, e tentando encontrar um maníaco é completamente envolvente! Nem preciso dizer o quanto é dinâmico esse livro. Você simplesmente não consegue parar de ler, os diálogos são loucos, inteligentes, eletrizantes... Senti-me assistindo um verdadeiro filme de suspense, do tipo que você nem pisca os olhos com medo de perder algo.

"Meu pai me explicou pela primeira vez quando eu tinha sete anos de idade: o mundo é um sistema. (...) Você não precisa gostar do sistema – ele me explicou – Não precisa acreditar nele nem concordar com ele. Mas precisa compreendê-lo. Se conseguir compreender o sistema, vai sobreviver."

Temos no caminho várias histórias sendo contadas, investigações sendo feitas, perigos rondando... Vários suspeitos vão sendo descobertos ao decorrer do livro, vamos tentando entender quem pode ter feito essa maldade. É um choque perceber que apesar de fictício, poderia ser real, assim como muitos casos que existem e vemos na televisão.
Preciso parabenizar o impecável trabalho da autora, percebe-se logo que foi feita uma grande pesquisa, e de fato lemos nos final do livro, na nota da autora, onde ela comenta que falou com policiais, encontrou pessoas que trabalhavam de fato no hospital psiquiátrico de Boston para lhes contar histórias.
Ficou muito realista a trama tamanha riqueza de detalhes.

O livro tem a narrativa intercalada entre alguns personagens, ainda que a maior parte seja narrada por nossa vitima Annabelle, temos a visão de alguns fatos por outros olhares.
D.D. Warren é uma personagem muito bem construída, durona como uma boa policial deve ser, feminina como uma mulher é, não é feita de gelo, se tiver que chorar (escondida é claro) ela vai chorar. Mas ninguém se dedica tanto em um caso como ela. Temos momentos divertidos graças a seu humor negro, eu gosto de ver a interação dela com Bobby, as vezes parece que tem mais do que amizade, as vezes parece que eles são irmãos tamanha semelhança no comportamento. 

''Eu odeio meu trabalho, Bobby - D.D. sussurrou de repente, de maneira incisiva  - Ah, Deus, eu nunca queria ter que ver nada desse tipo. - Ela cobriu a boca com a mão.

Conforme coisas estranhas começam a acontecer, perigos ameaçando Annabelle, vai ficando impossível parar a leitura.
O que me chamou mais atenção foi o fluxo de informações, foi perfeito, revelando e encobrindo informações no momento certo para manter a fluidez da história, o suspense e o drama. Quem olhar o livro vai perceber que ele é grosso, no entanto na hora de ler ele vira metade tamanha à dinâmica da narrativa e dos diálogos.
E para quem curte um romance, saiba que ele não tem apenas crimes, tem também um ''caso'' que vai crescendo conforme a história evolui.

Nossa policial D.D Warner vive diversas histórias nos livros da Lisa Gardner, sua série:

Alone (2005)
Esconda-se (2013) Hide (2007)
The Neighbor (2009)
Viva para contar ( 2012) – Live to Tell (2010)
Catch Me (2012)
 Fear Nothing (2014)
The 7th Month (2012)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...