[RESENHA] Liberta-me - Trilogia Estilhaça-me - Livro 2 - Tahereh Mafi

Liberta-me


Liberta-me é o segundo livro da trilogia de Tahereh Mafi. Se no primeiro, Estilhaça-me, importava garantir a sobrevivência e fugir das atrocidades do Restabelecimento, em Liberta-me é possível sentir toda a sensibilidade e tristeza que emanam do coração da heroína, Juliette. Abandonada à própria sorte, impossibilitada de tocar qualquer ser humano, Juliette vai procurar entender os movimentos de seu coração, a maneira como seus sentimentos se confundem e até onde ela pode realmente ir para ter o controle de sua própria vida. Uma metáfora para a vida de jovens de todas as idades que também enfrentam uma espécie de distopia moderna, em que dúvidas e medos caminham lado a lado com a esperança, o desejo e o amor. A bela escrita de Tahereh Mafi está de volta ainda mais vigorosa e extasiante.


''Ele bate as costas na parede. Encontra onde apertar firme meus quadris. Puxa-me com força contra seu corpo.
Eu pego fogo.
Os lábios dele estão no meu pescoço (..)
Ele para e diz Meus Deus, você é tão gostosa. pág 25.


A mesma história, mas completamente diferente, totalmente emocionante, e muito, muito mais sedutora!

O livro começou exatamente de onde o volume anterior, ''Estilhaça-me'' tinha parado. Com Juliette, Adam e James no abrigo do Ponto Omega. Mas ai começa os mistérios!

Adam está fazendo testes escondidos... parece que ele tem um super poder. Juliette está meio adolescente irritante reclamando e chorando nos cantos. Enquanto isso uma grande luta está perto de acontecer entre o Restabelecimento e todos do Ponto Omega.

Depois de muito rebuliço, eis que temos um refém, adivinham quem é ele? Warner! Sim, galera, e devo dizer que está foi a grande e louca surpresa do livro. Ele parece outra pessoa, não que ele tenha virado bonzinho do dia para noite nem nada disso, mas depois do beijo que ele e Juliette deram no último livro, Warner virou outra pessoa tanto para ela quanto para nós. Que ele é lindo todos sabem, mau? Também, porém sedutor, meio romântico, carinhoso, protetor e tudo de bom, isso não sabíamos!

''Olho ao redor.
Para o chão.
Para o que fiz.
E entendo, pela primeira vez, que tenho o poder de destruir tudo.'' pág. 65

Nesse segundo volume, temos os personagens apresentados sobre uma perspectiva diferente, Adam está no modo sofredor, ele quer muito sua namorada, mas descobre algo que vai impedi-lo de se aproximar de Juliette. Próximo a uma guerra, longe de sua amada, convivendo com seu inimigo debaixo do seu nariz, fazendo péssimas descobertas sobre seu pai, o rapaz está a uma gota de estourar e sair atirando em todo mundo.

Julliette também sofre boas mudanças, no começo ela está muito chorona, passa pouco tempo com Adam devido os treinamentos e por isso reclama muito, depois ela descobre algo que vai impedi-la de ficar com ele. E como está com os hormônios loucos como toda boa adolescente de 17 anos, ela acaba tendo uns surtos de destruição, o que nos permite descobrir seu outro novo e letal poder. Mas conforme a história anda, ela vai ficando mais forte, mais segura, corajosa e apaixonada... resta-nos saber por quem.

Ela está louca por Warner, na mesma medida em que é apaixonada por Adam. Confesso que teve cenas em que eu quis mata-la por aprontar com Adam, ele é tão fofo! Não merece...

''Minhas calças caem no chão e as mãos dele são as responsáveis  Estou nos braços dele usando roupa de baixo e uma regata que pouco consegue me deixar decentemente vestida (..) carrega-me até minha cama, e de repente, estou apoiada em meus travesseiros e ele está sobre meus quadris e sua camisa não está mais em seu corpo e não faço ideia de para onde foi. Tudo o que sei é que estou olhando para cima e para os olhos dele e estou pensando que não há nada que eu mudaria neste momento.'' (Warner com Juliette) pág. 389

O que me lembra de contar para vocês como esse livro está sexy, quente, cheio de cenas picantes. Juro que por um instante achei ia rolar uma cena de sexo, foi por pouco galera...

Warner está outro homem, tão sexy, sedutor, tive momentos assim como Juliette em que esqueci suas maldades e só conseguia pensar em como esse cara é quente kkkk

Acontecem muitas passagens cheias de ação, aventura, suspense, romance hot. O livro é para todos os gostos. Mas as pessoas precisam ter lido o primeiro voluma antes de ler este ou, correm o sério risco de ficar totalmente perdidos.

E para quem se lembra do personagem Kenji, (o soldado que levou todos para o Ponto Omega) ele tem um papel importante na história, aparecendo em muitas cenas e mostrando sua grande importância para todos. Temos a chance de conhecer um pouco mais sobre sua história de vida e sua forte ligação com o líder Castle.

E quem achava que o Warner era mau, cruel, vai acha-lo um anjinho perto do monstro que é seu pai! Sim galera, o pai dele aparece na história e com muito estilo.


''Ele olha para Warner.
- Está ouvindo? Preste muita atenção agora. Está observando?
Ele puxa uma arma
E atira no meu peito.'' pág 429.

Só tenho uma reclamação, o final foi do tipo que te faz surtar! Confesso, falei muito mau da autora, perdi as contas de quantos nomes feios vieram em minha cabeça. Não que o fim tenha sido tolo, chato, ruim, nem nada disso, só não poderia ter terminado naquele momento a história. Foi pura maldade com o leitor escrever uma passagem super emocionante, e parar do nada. Eu não acreditava que tinham parado o livro na parte crucial, olhei esperançosa para ver se não faltava alguma folha. :(

Preciso dizer se recomendo? Só tomem cuidado, não vão se apaixonar pelo inimigo assim como Juliette fez rs. Isso pode nos custar muito caro....

''Estou mais forte. Estou mais brava (..)
Chega de ser boazinha. Chega de ficar nervosa. Não tenho medo de mais nada.
O caos completo está no meu futuro.
E vou deixar minhas luvas para trás.''



Título: Liberta-me
Título original: Unravel me
Autor: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
Páginas: 444
ISBN: 978-85-8163-235-3


                                                                           Beijos
                                                                                          Nita


3 comentários

  1. Ai meu Deus Nita! Agora fiquei suuuuuuuper curiosa para ler a sequência de Estilhaça-me! Apesar de ter uma capa horrível (rs), Liberta-me parece que está com "tudo em cima"! haha A sinopse está ótima, e fato de que a autora faz leitor também se apaixonar (mais ainda) pelo vilão maravilhoso que o Warner é deixou tudo melhor!
    Adorei sua resenha e mal vejo a hora de ler o livro :)


    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. O.o Nitaaaaaaaaaaaaaaaa.... como assim??? Como assim??? O.o Meu coração parou agora O.o MAs eu to louca para ver esse novo Warner *-----* Sou apaixonada por ele desde o primeiro livro ;P Claro que o alan é único, mas o Warner não tem igual *------* Meu coração parou agora i...i Mas ok, ainda lerei, to louca para ler *-----*

    Beijinhos,
    Kimmy Gabrielli.
    http://worldskimy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ahhh '-' eu acabei de ler "Liberta-me", e ok, confesso, sou Team Warner (acho que sou a unica). Ok, ele e mau, e cruel, mas tambem e fofo e romantico chamando a Juliette de "amor". E estilo Klaus e Caroline, de The Vampire Diaries! E eu tambem gosto dele desde o primeiro livro, entao, ok, me julguem por ser Team Warner (ou Aaron, como fala no livro). U.U
    Claro que o Adam eh o Adam, todo perfeito e tal, mas eu amo o Warner. (Ate pq nesse livro explica o que o levou a ser tao maquiavelico)
    Achei o final muito frustrante. Foi um otimo final, mas eu nem acreditei que tinha acabado. Agora teremos que esperar ate 2014 para a continuacao e o "finale". *suspiro*

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...