[RESENHA] A Pousada Rose Harbor - Debbie Macomber



Na noite passada eu sonhei com Paul.

''Ele nunca está longe dos meus pensamentos — não se passa um dia em que ele não esteja comigo —, mas Paul não havia participado dos meus sonhos até agora. É irônico, imagino, que ele tenha me deixado, porque antes de fechar os olhos eu fantasio sobre a sensação de ter seus braços à minha volta. Enquanto pego no sono, finjo que minha cabeça está descansando em seu ombro. Infelizmente, nunca mais terei a oportunidade de estar outra vez com meu marido, pelo menos não nesta vida.''


Sinopse: A busca por um novo começo pode levar a grandes revelações. Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada. Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera. A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso.

“Alegria? Eu quis discutir com ele. Aquilo não parecia provável, nem mesmo possível. Uma pessoa não se cura daquele tipo de dor. Eu me lembro de como meus familiares e amigos se esforçavam para encontrar as palavras certas para me confortar. Mas não existem palavras... simplesmente não existem.”


ADORÁVEL! Simplesmente adorável. Começo a resenha com essa simples palavra porque ela foi a primeira coisa que veio na minha mente quando eu o terminei de ler. Essa nova série (sim série!) é muito bela.

A história é muito singela. Debbie Macomber escreve com uma suavidade impressionante, não sei em que momento ela me prendeu, mas quando vi, eu já estava fascinada pela história.

Jo Marie Rose é uma mulher muito forte, ela conheceu o homem da sua vida, se apaixonou perdidamente e tão rápido como tudo aconteceu ela o perdeu. Seu marido Paulo Rose trabalhava para o exercito, e faleceu em uma missão com apenas poucos meses de casados.
Totalmente abatida, sentido-se sem rumo na vida, ela encontra a venda na internet uma encantadora pousada na pacata e isolada cidade de Cedar Cove. E sente como um chamado do seu falecido marido para ela comprar.

“Estou em meu novo lar, agora, a pousada que comprei há menos de um mês da Península Kitsap, em uma aconchegante cidade litorânea chamada Cedar Cove. Decidi batizá-la de Pousada Rose Harbor. “Rose” vem de Paul Rose, meu marido por menos de um ano; o homem que sempre vou amar e por quem vou chorar pelo resto de minha vida. “Harbor” (porto), porque é o lugar em que joguei minha âncora no momento em que a tempestade da perda me abateu.” – página 10

A pousada é encantadora, simplesmente linda. Como um refugiu ela promete curar as feridas e acalmar o sofrimento dos seus habitantes.
Seus dois primeiros hospedes são pessoas que como ela tem uma imensa bagagem nas cotas, cada um com sua cota de tristezas e arrependimentos na vida. Eles ainda nem imaginam, mas nesta pousada vão encontrar o refúgio para conseguir perdoar o triste passado.

“Preciso admitir isto: o amor me mudou. Eu estava mais feliz do que em qualquer outro momento de que conseguia me lembrar. E todos notaram.” – página 16.

Os hospedes:

Joshua Weaver é um homem que sofreu muito nesta cidade no passado. Aqui ele perdeu sua mãe e seu meio irmão, aqui ele sofreu muito nas mãos do padrasto Richard que o expulsou de casa ainda adolescente. E agora, anos depois, ele volta determinado a encontrar as coisas de sua mãe e dar uma última olhada em seu padrasto que está a beira da morte. O que ele não esperava era encontrar a chance de resolver questões mau resolvidas, de perceber que nunca é tarde para perdoar e claro, encontrar o amor.

“Josh quase riu alto. Ele não precisava de Richard, e este com certeza não precisava dele.”

Abby Kincaid é uma garota muito triste, para ela voltar a essa cidade é a coisa mais difícil da sua vida, nem mesmo a beleza da pousada parece amenizar seu sofrimento. Nesta cidade ela perdeu sua melhor amiga, sua verdadeira irmã Angela, de uma forma muito trágica, toda sua família foi embora após o ''acidente'', ela nunca se perdoou, assim como imagina que as pessoas da cidade nunca a perdoaram. Só voltou agora por que por capricho do destino seu irmão Roger (queria um irmão fofo assim rs) decidiu casar ali com sua noiva Victoria. Esse é o momento de enfrentar o passado, rever os antigos amigos, pedir perdão e principalmente tentar se perdoar, para quem saber assim, continuar a sua vida interrompida após a tragédia.

E voltando a nossa anfitriã Jo Marie Rose, ela é tão simpática. Nova no ramo da hospedagem e ainda muito abatida, ela vai seguindo a filosofia do ''um dia de cada vez'' se mantendo ocupada nas muitas tarefas,   e entre conhecer a vizinhança. Reconhecendo a tristeza de seus hospedes ela tudo faz para lhes agradar, e  não é que ela encontra conforto em seu coração? Até faz muitos amigos, como seu fiel companheiro canino Rover.
E antes que eu esqueça, temos também Mark, um faz tudo que vai ajudar Jo na pousada e em outras coisinhas a mais com o tempo....rs ;D

O livro é narrado pelos três personagens, intercalando suas histórias sobre o passado e o momento presente. Temos momentos tristes e outros muito alegres, mas o livro em si é bem leve e belo, tanto na capa maravilhosa, quanto nos detalhes por dentro. A Novo Conceito caprichou muito!

Obs. No final, para quem gosta tem alguns modelos de xales de tricô, com todas as instruções de como fazer e materiais necessários. Cortesia da autora e da personagem Jo =)




Autor: Debbie Macomber
Titulo: A Pousada Rose Harbor


Ano: 2013

Páginas: 352


                                                  Beijos
                                                               Nita






Um comentário

  1. Vou chorar !!
    Sua resenha me tocou e aliada a historia fez com que gostasse ainda mais da historia, confesso pra voce que nao sentia muita curiosidade de ler, embora depois de ler.sua resenha, me lembrei muito das historias do meu querido Nicholas Sparks :) que eu adoro.
    Gosto muito de livros assim.
    Espero poder ler logo.
    Beijos

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...