[Resenha] Uma Carta de Amor - Nicholas Sparks


| Autor: Nicholas Sparks | Selo: Arqueiro | Páginas: 288 |  ISBN: 9788580412475 | Skoob | Comprar |


Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.





Duas palavras: SPARKS Bandido!

Ele fez de novo, prometi não ler outro livro dele, pois toda vez que leio ele da um jeito de fazer um super drama no final e destruir-me.

Terminei o livro xingando o tio Nick, o que se tratando de Sparks significa que o livro foi perfeito.
Essa história conta com personagens mais velhos, bem mais maduros e vividos, o que pode ser um choque de realidade e fazê-lo compreender melhor seus pais por exemplo.
Eu particularmente adoro personagens mais velhos, ando sem paciência para dramas aborrecentes.

“Sei que de alguma forma cada passo que dei desde o momento que aprendi a andar foi um passo na sua direção. Fomos destinados a ficar juntos.”
 
Therressa Osborne é uma mulher firme, trabalha com dedicação, é uma boa mãe, e se tornou uma estatística, foi traída e agora é uma mulher separada. Amargura e descrença nos homens é o resultado natural disso.
Eu adorei a personalidade dessa personagem, ao mesmo tempo em que ela é forte, é sentimental, tem suas dúvidas, uma mulher admirável que teme a falta de atenção para seu filho em meio aos problemas.

Eis que um dia a vida prepara uma surpresa para Theresa, como só um romance sabe fazer, ela encontra uma carta dentro de uma garrafa perdida no mar (clichê? Eu digo clássico) essa carta contem as palavras mais belas, que acreditamos que homem nenhum poderia escrever, do tipo que se lê suspirando. Graças a chefe de Theresa, Deanna, personagem cativante que adorei, ela decide publicar a carta para procurar seu autor.
Eis que Deanna, a super amiga, chefona e cupido da vez, o encontra...


Garrett é um poeta, reconhecemos um dos caras do Sparks só pelas palavras, totalmente maravilhoso, do tipo que estraga os caras da vida real, um doce #Paxonada e claro que seria o par perfeito para Theresa.

Ambos precisam dar um jeito nas suas vidas, superar dores, e aprender no amor a seguir em frente mesmo quando tudo parece impossível.

É claro que Sparks vai detonar em um momento da história, é típico dele, primeiro nos faz apaixonar pelos personagens, depois... Bem, vocês conhecem o depois kkkk.

Eu simplesmente adoro seus livros, A Última música, Querido John... #Perfeitos.

 

A narrativa é em terceira pessoa, intercalada entre Theresa, Garrett e poucas vezes por Jeb, pai de Garrett, um homem incrível, sábio, que fala sempre as coisas certas, coisas que ajudam não apenas os personagens, mas nós leitores no mundo de fora rs.
O fluxo de informações flui de forma leve, nos fazendo ficar entretidos e doidos para chegar ao fim e ver o que o Sparks vai aprontar, afinal vocês sabem, quando tudo parece muito perfeito...

As lições desse livro são belas! Gostaria que os personagens tivessem aprendido mais com os bons conselhos de Jeb e Deanna. A história poderia ter tomado um rumo diferente, mas ai não seria um livro do Nicholas, né? Esse livro trabalha muito sobre o amor, a força dele, o que somos capazes de fazer por ele, sobre a pessoa ideal, que muitos nem acreditam, mas que ainda sim esta em algum lugar, esperando que o rumo dos acontecimentos cruzem seus caminhos, e claro, que você saiba aproveitar a oportunidade. 

Se você curte um bom romance, adoram frases belas, lições sobre a vida... Esse livro é perfeito. Mas o ministério da saúde adverte, use lenços durante a leitura, pegue chocolate para as horas de aflição e chore pois chorar é o único remédio.

Devo parabenizar a editora Arqueiro pela diagramação, a capa é bonita, diferente daquelas brancas que eu particularmente não curto. Folhas amareladas, letras de bom tamanho... Tudo para sua leitura ser o mais perfeito possível. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...