[LANÇAMENTOS] Grupo Editorial Record em Dezembro

Olá galera!

Trago diretamente do forno os lançamentos de Dezembro do Grupo Editorial Record! Apreciem sem moderação. ^^

Boas Leituras!



| Skoob | Comprar |


O túmulo sob as colinas recebeu o Gold Dagger Award, da Crime’s Writers’ Association, o mais importante prêmio de literatura policial,  como o melhor romance de 2010.Apesar de cavar buracos quase diariamente na charneca de Exmoor à procura de um cadáver, Steven Lamb sempre quis ser um garoto normal. Porém, decidido, ele deixa as brincadeiras de lado e segue com sua pá para tentar encontrar o corpo de seu tio Billy, assassinado há 19 anos. Embora nunca o tenha conhecido, Steven sabe que sua família só poderá ser feliz quando encontrar o corpo desaparecido. Para descobrir o paradeiro dele, Steven decide escrever ao prisioneiro Arnold Avery, principal suspeito do crime. É o ponto de partida de um arriscado jogo de gato e rato entre uma criança desesperada e um perigoso serial killer. 

“Com essa extraordinariamente poderosa e provocante estreia, Belinda Bauer superou limites quanto ao que é assustador e emocionante em um thriller.” – Daily Mirror

“Este surpreendente livro de estreia faz jus à sua aclamação... Uma façanha psicológica sobre a crueldade e sobre o triunfo da inocência” – The Guardian



| Skoob | Comprar |

Preso durante a Revolução Russa, o inspetor Pekkala está em seu nono ano de trabalhos forçados em um gulag na Sibéria. Outrora o detetive mais importante do império, pessoalmente nomeado pelo tsar, agora, para todos os efeitos, ele parece morto para o mundo. Mas uma chance de redenção surge quando é convocado por Stalin para investigar um crime: ele deve encontrar o verdadeiro responsável pelas mortes da família Romanov – e, principalmente, o tesouro do último imperador russo. A recompensa pelo sucesso é a liberdade – e o preço do fracasso, a morte.

“Um triunfo! Com um olhar astuto, Eastland recria a tragédia da dinastia Romanov neste inteligente e implacável thriller.” — David Hewson, autor de The Killing

“Uma excelente estreia. Eastland combina fatos históricos e ficção, personagens reais e fictícios com brilhantismo.” — The Times.





Um escritor sul-africano faz três viagens, que o levam pela Grécia, pela Índia e pela África. Na primeira delas, encontra um enigmático alemão e suas personalidades se confrontam. Na segunda, faz uma peregrinação ao coração da África com um grupo de mochileiros, desvendando as contradições do continente. E, já na meia-idade, tenta ajudar uma amiga a se recuperar de uma crise nervosa. No entanto, apesar de suas melhores intenções, cada viagem termina de maneira desastrosa. Em um quarto estranho é um romance de saudade e desejo frustrado.




Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas. 



| Skoob | Comprar |

“Durante um ano mantive este diário, ora de forma assídua, ora mais descontraída, ora esporádica, ora regular, com a intenção de compartilhar qualquer observação que tivesse registrado a respeito da vida de um nariz. Imaginava que na aparente desordem do pensamento assim exposto, para além das digressões ou dos atalhos percorridos, ao seguir meus passos o leitor poderia construir para si mesmo uma visão de conjunto, bastante fiel e significativa, do que vem a ser a realidade de um criador de perfumes.

Muitos elementos da minha vida são de fato voltados para essa forma de expressão incomum, que vem a ser a composição de um perfume. Meus pensamentos quotidianos me conduzem frequentemente nessa direção, em todo caso acabam sempre por lá chegar, como se eu mesmo fosse resultado dessa trama. Os odores são minhas palavras. A forma como lido com eles decorre de uma lógica, de um instinto, de um trabalho, que acredito serem comparáveis ao procedimento de um escritor às voltas com a tarefa de escrever um livro. Sei também que este ofício, como se trata de uma arte, não pode ser reduzido à linguagem e aos conceitos. Com este diário, quis simplesmente compartilhar uma experiência.”           Jean-Claude Ellena

“Um prazer compartilhado” — esta é a definição de luxo para Jean-Claude Ellena e poderia ser também a definição de um bom perfume. Neste Diário de um perfumista entendemos por que a perfumaria é um mercado tão atraente e um ofício ao mesmo tempo artístico e artesanal, que pressupõe uma mente criativa, educada e vasta, além de um nariz bem-treinado.

Em relatos íntimos e espontâneos, o perfumista da Hermés, Jean-Claude Ellena, registra o seu cotidiano invejável. Em seu escritório em Cabris, Ellena se inspira, responde e-mails, concede entrevistas e recebe informes comerciais que dizem respeito a suas criações. Como optou por se afastar dos centros de decisão das empresas (uma forma de estimular a criatividade, estando mais perto da natureza), lida com a solidão de maneira produtiva. A complexidade de seu trabalho — muitas vezes a fórmula de um perfume tem mais de duzentos ingredientes — demanda sensibilidade, testes, leituras e estímulos.

Ellena arrebata o leitor com sua erudição e simplicidade, com suas histórias de como ingressou na carreira de perfumista, suas viagens, memórias familiares e outras tantas lembranças poéticas. E nos surpreende ao relatar como consegue resultados que fisgam as pessoas com seus perfumes atemporais, em uma sociedade que corre atrás do tempo e da renovação incessante da moda. Ellena trata o perfume como um objeto de arte, como uma emoção, uma fugacidade que dura o tempo de uma respiração. Em uma analogia com o haicai, define o perfume como “um repentino arrebatamento na direção do imprevisível”.

Acompanhado de um maravilhoso Breviário de aromas, um convite a justapor os materiais que, em conjunto, produzirão a ilusão do jasmim, da pera ou do algodão-doce, seu Diário de um perfumista é um elogio à intuição, à curiosidade e à imaginação. 

Desde 2004, JEAN-CLAUDE ELLENA é perfumista exclusivo da maison Hermès. Vive e trabalha na região montanhosa de Grasse, onde concebe seus perfumes em seu ateliê de Cabris.



| Skoob | Comprar |

Meu nome é Heleno. Sou dramaturgo, protagonista deste prosa longa, primeiro romance de Marcelino Freire, e tenho um corpo morto de um michê para entregar ao seu pai e à sua mãe, mas não sei quem são e nem onde estão.

Tudo porque nada escapa ao teatro. As coisas todas vêm ao palco e ficam aqui para sempre. Cheguei em São Paulo por causa de Carlos, meu primeiro amor, e para escrever peças, encantar plateias, “revelar esse mundo e inventar outros”. Para curar doenças, sofrer, amar, ser feliz, ser normal, ser outro, sempre outro narrando também a melancolia da infância, os restos mortais de tudo o que foi falado em minha casa e os fósseis que eu achava em meu quintal.

Ah, se não fossem o público, os diretores, os jornalistas, os atores, os preparadores de elenco, os produtores, os outros nordestinos da técnica, eu não poderia fazer cara de necrotério, essa cara de forte, cara de rico, cara de vingança e cara de nada quando fico representando só para mim.

E aí vêm meu amor pelo boy, Lourenço me levando para ser “enterrado no coração de meu pai”, o carinho por Picasso, a sinceridade arisca do michê, os seios de Estrela, o porteiro, o assassinato, o bancário, os outros michês, a fábrica de dominó, meus nove irmãos, o delegado, o IML, o cara do táxi no ir-e-vir dessa narrativa que Freire inventou. A malandragem paulistana. As pessoas da noite. As padarias...

O teatro para mim era besteira d’alma, eram as brincadeiras vespertinas de criança, a cruz da interpretação, era a lembrança de minha mãe (todas as personagens que eu inventei são ela).

Nesta vida, amei os aplausos, as viagens, as críticas de elogio, o sexo de curiosidade com os artistas bem-sucedidos, as metidas de rua, adorei foder gostoso atrás dos fliperamas.

Eu amei de tudo e vou continuar amando.



| Skoob | Comprar |

Após a perda da mãe, a menina Lea passa a infância entorpecida pelo luto. Porém, em uma caminhada com Van Vliet, seu pai, ela ouve uma mulher tocando Bach ao violino, na estação de Berna. A garota desperta imediatamente e descobre uma vocação, um talento latente, e passa a sonhar com uma gloriosa carreira como violinista. No entanto suas decisões e a arrogância e a obsessão que acompanham seu crescimento são o prenúncio de terríveis problemas. E Van Vliet, embora inicialmente estivesse radiante com a filha, afunda-se cada vez mais na solidão e se torna uma peça fundamental para sua infelicidade.




| Skoob | Comprar |

Uma biografia íntima - a primeira - da vida nada convencional de um dos pintores mais originais do século XX.

Lucian Freud é o mais famoso pintor inglês do século XX e seus retratos realistas e perturbadores são instantaneamente reconhecidos. Em uma biografia desconcertante, o leitor tem acesso pela primeira vez aos detalhes da peculiar vida de um dos maiores artistas de nosso tempo. Greig proporciona um relato preciso e revelador de um artista que viveu sob suas próprias regras: nunca se rendeu a modismos estéticos, teve pelo menos 14 filhos, dois casamentos, inúmeras mulheres, sofreu com dívidas de jogo e era extremamente cético quanto à psicanálise. Além da profunda convivência, o autor entrevistou amigos, amantes e até alguns filhos de Freud, que nunca haviam falado publicamente sobre a relação com o pintor. A combinação de todas essas informações faz de Café com Lucian Freud um livro extremamente interessante, não apenas por seu caráter intimista, mas por retratar a personalidade genial que deixou como legado uma obra única e eterna, em tempos de imponderável renovação. 



| Skoob | Comprar |

A sensual e mundialmente famosa violinista Summer Zahova está de volta a Londres após seus anos em Nova York. Agora, solteira na capital inglesa, ela embarca em aventuras sexuais, buscas por novas oportunidades e viagens pela Europa procurando algo diferente em sua vida. Porém, quando seu precioso violino é roubado, o destino traz de volta o atraente Dominik. Nenhum dos dois pode negar a obsessão que sentem um pelo outro mas também são incapazes de esquecer as cicatrizes do passado. Porém, ainda que Summer conheça os perigos de brincar com fogo, alguns prazeres merecem o risco.

• “Extremamente viciante.” – Look

• Vina Jackson é o pseudônimo de dois escritores de renome que decidiram unir forças para escrever este romance erótico arrebatador.

• Último romance da excitante trilogia de romances eróticos 80 dias, que irá agradar o mesmo público de 50 tons de cinza.



| Skoob | Comprar |

No inverno de 1811, Sharpe está na Espanha. Após um combate contra as forças francesas, ele e seu pelotão são obrigados a recuar à cidade de Cádis. Lá, Sharpe passa a fazer parte de um perigoso jogo político envolvendo o embaixador Henry Wellesley, um violento padre e uma prostituta. Enquanto precisa lidar com os perigos das ruas do último reduto espanhol protegido pelos ingleses, o cerco francês à cidade aumenta, e Sharpe e seus homens precisam participar desse confronto decisivo que culminará na Batalha de Barrosa, um embate heroico e feroz que manchará as praias da Espanha de sangue.

• “Um dos melhores autores de aventuras históricas de nosso tempo.” – Washington Post

• É o 11° livro publicado no Brasil da série As aventuras de um soldado nas Guerras Napoleônicas.



| Skoob | Comprar |

Liev Demidov é ex-agente de segurança da União Soviética. Quando Raíssa Demidova, sua esposa, que trabalha como professora, é convidada, em plena Guerra Fria, a ir aos Estados Unidos acompanhando os alunos em uma apresentação na sede da ONU, ele desconfia de que algo esteja sendo planejado. Após um incidente que acarreta uma tragédia na família, Liev não mede esforços para buscar o responsável pelo assassinato. Assim segue atrás das poucas pistas que possui, atravessando fronteiras e infringindo leis soviéticas em busca da única pessoa que parece capaz de responder suas perguntas: o Agente 6.

• “Smith apresenta, como em seus outros livros, uma notável habilidade de amarrar enredos pessoais com a história mundial.” – LA Times

• Um thriller que mostra os horrores da União Soviética de Stalin e dos gulags.

• Último livro da trilogia iniciada por Criança 44, romance de estreia de Tom Rob Smith, que no Brasil já vendeu mais de 30 mil exemplares.

• O filme baseado em Criança 44 já está sendo filmada, com Ridley Scott à frente do projeto., e previsão de lançamento em 2014.


| Skoob | Comprar |

“O retorno triunfal do mestre do romance de espionagem.” Daily Mail

 “Um grande escritor... Le Carré é um dos maiores observadores do cenário contemporâneo, com um talento capaz de nos provocar e nos perturbar.” Independent

“Uma verdade delicada é o que há de mais engenhoso na obra recente de Le Carré.” The Times

Uma operação secreta antiterrorismo chamada Vida Selvagem está sendo montada em Gibraltar, a mais preciosa colônia da Coroa britânica. O objetivo: capturar um negociador de armas jihadista. À frente do esquema está Fergus Quinn, alto funcionário do Ministério das Relações Exteriores.

A operação é tão delicada que nem mesmo o jovem e idealista Toby Bell, braço direito de Quinn, está a par dos detalhes. Ao suspeitar de uma conspiração iminente, Toby é logo tirado de cena. De acordo com fontes oficiais, Vida Selvagem ocorreu sem derramamento de sangue e foi bem-sucedida.

Três anos depois, Toby Bell retorna de uma passagem pela embaixada britânica em Beirute. Quando entra em seu apartamento, encontra um envelope deixado por Christian Probyn. Ainda desconfiando de que o ministro escondia algo importante, Toby responde ao chamado desse homem desconhecido.

Sir Christopher Probyn, um diplomata britânico aposentado, foi convocado — sob o codinome Paul Anderson — para ser os olhos e os ouvidos de Fergus Quinn durante a operação. Após ouvir a versão do experiente Probyn e com informações coletadas sorrateiramente, o jovem funcionário da Coroa descobre que há muito mais escondido no relato oficial. Ao saber que a verdade pode ter consequências devastadoras, ele se vê obrigado a escolher entre sua consciência e o dever para com o Serviço.



| Skoob | Comprar |

Em meio à Segunda Guerra Mundial, Kazuo, um menino holandês que vive no Japão, e Junko, a bela filha de uma preparadora de arranjos florais, encontram-se diariamente no alto de uma colina em Nagasaki. Lá, espiam um campo de prisioneiros e, em segredo, alimentam a paixão que sentem um pelo outro. Quando ela propõe um jogo — levar quatro haicais ao longo de quatro dias para lerem juntos —, Kazuo sabe que o último poema revelará o amor que se esconde no coração de sua amada. No entanto, pouco antes do quarto encontro, a bomba atômica cai sobre a cidade. Mas o que parece ser um final trágico é apenas o começo de uma história de amor capaz de atravessar gerações.



| Skoob | Comprar |


“Álbum Duplo – um rock romance” é o romance de estreia do jornalista Paulo Henrique Ferreira. Com apresentação assinada pelo livreiro Marcus Gasparian, o romance conta a história do jovem Marlo Riogrande, que se depara com a situação de ter magoado e perdido sua namorada, Marcela. 

Neste fundo do poço, Marlo lida com as questões que o impedem de crescer: o sexo, as drogas legais e ilícitas, o sufocante ambiente de trabalho e, após ser abandonado por Marcela, uma vida sem boas perspectivas.

Com uma narrativa em primeira pessoa, o protagonista convida o leitor a ser o elemento onipresente da história e entrelaça suas reflexões com uma trilha sonora espetacular de rock and roll, além de outras referências da literatura, cinema e cultura pop.

O livro sugere uma trilha sonora com 51 canções – de Beatles a Belchior – que formam a espinha dorsal da narrativa. Com ajuda das canções, Marlo Riogrande coloca em xeque suas dúvidas e inseguranças, respaldado pelos fatos e esclarecedores diálogos com diferentes personagens que surgem ao longo da história. 

Com claras influências de Nick Hornby e Fernando Sabino, Paulo Henrique Ferreira traz uma proposta de leitura com um texto leve, que facilita a experiência do leitor. Porém, o texto toca em temas atuais e delicados, como a “baixa fidelidade” de uma geração plenamente conectada, as ansiedades de uma vida urbana e desafiadora, e as dificuldades que muitos jovens adultos têm para abandonar suas próprias inseguranças e entrarem – de uma vez por todas – na vida adulta.


Lançamentos aprovados galera?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...