[RESENHA] Pausa - (Slammed #2) - Colleen Hoover

Pausa

| Autor: Colleen Hoover | Selo: Galera Record | Páginas: 304 | ISBN: 9788501401892 | Skoob | Comprar |


Destinados um ao outro, Layken e Will superaram os obstáculos que ameaçavam seu amor. Mas estão prestes a aprender, no entanto, que aquilo que os uniu pode se transformar, justamente, na razão de sua separação. O amor pode não ser o bastante. Depois de testado por tragédias, proibições e desencontros, o relacionamento de Layken e Will enfrenta novos desafios. Talvez a poesia desse casal acabe num verão solitário... Sem direito a rimas ou ritmo. A ex-namorada de Will retorna arrependida de ter deixado o rapaz. E está disposta a tudo para reconquistá-lo. Insegura, Layken começa a ler novas reações no comportamento do rapaz. E na insistência para adiar a "primeira vez" de ambos. Presos em uma ironia cruel do destino, eles precisam descobrir se o que sentem é verdadeiro ou fruto da extraordinária situação que os uniu. Será que é amor? Ou apenas compaixão? Layken passa a questionar a base de seu relacionamento com Will. E ele precisa provar seu amor para uma garota que parece não conseguir parar de "esculpir abóboras". Mas quando tudo parece resolvido, o casal se depara com um desafio ainda maior - e que talvez mude não só suas vidas, mas também as vidas de todos que dependem deles.


"Aprendi uma coisa sobre meu coração.
Ele pode ser partido.
Pode ser dilacerado.
Pode endurecer e congelar.
Pode parar.
De vez.
Pode se quebrar em um milhão de pedacinhos.
Pode explodir.
Pode morrer.
A única coisa capaz de fazê-lo voltar a bater?
O instante em que você abriu os olhos."



Imagino que todos ou já leram o livro, ou pelo menos já viram resenhas de Métrica. Por isso vou fazer um bem bolado com jeitinho brasileiro mesclando as duas resenhas ok?

*Está resenha possui alguns spoilers do primeiro livro.

Em Métrica Layken se muda com sua mãe e irmão mais novo para uma nova cidade logo após perder seu pai. Lá ela conhece seu vizinho lindo, tesão, bonito e gostosão rs Will, um rapaz de idade aproximada que perdeu os dois pais e cria sozinho o irmão mais novo.
Em meio a uma amizade, a cumplicidade com as dores da perda. Ambos começam a se apaixonar, e por uma infelicidade do destino, Layken também fica sozinha no mundo e responsável pelo irmão menor.
Ambos ralam muito para ficarem juntos, superam muitas dificuldades e compartilham o amor pela poesia.

Pausa é narrado por Will, fator chave para se ter uma história completamente diferente. Eu simplesmente não resisto a versão dos meninos, ainda mais quando é um personagem como Will, lindo, romântico, responsável, altruísta... Mais? #SonhoDeConsumo
A história simplesmente flui com uma nova dinâmica. 

Em Pausa, Layken e Will estão em um momento feliz do relacionamento, até que... Uma ex namorada de Will, a garota que o abandonou quando seus pais morreram volta e está estudando na mesma sala que Will.
Porém ela não quer só amizade...
Depois de um incidente ruim Layken volta a sua rotina de esculpir aboboras, ela está cheia de duvidadas, cheia de ‘’e se?’’ e se seus pais não estivessem mortos, e se a namorada de Will não o tivesse largado, e se... Nisso Will todo lindo e fofo tem que demonstrar para Layken o quanto a ama, e que os ‘’e se?’’ não existe, o que importa é o aqui e o agora.

Se contarmos o fato de que ambos fizeram uma promessa para Julia mãe de Layken, de esperarem um ano antes de passarem a noite juntos, vivendo em casas separadas por um ano. Vamos ter dois jovens com os hormônios a flor da pele, pensando com uma clareza muito pequena. E quando pensamos que o prazo da promessa está acabando... #Hot

"Às vezes duas pessoas precisam se distanciar para perceber o quanto precisam ficar perto uma da outra."

O livro é simplesmente lindo!

Surgem novos personagens, como a pequena Kiersten, uma menininha que se muda com seus pais, mas mais parece uma adulta tamanha inteligência para falar. Diverti-me horrores com suas respostas rápidas e inteligentes. Ela tem um sarcasmo invejável! E claro que vira a melhor amiga de Kel e Caulder, os irmãos de nosso jovem casal.
Tem um fator que eu achei belo de mais, um jarro que a mãe de Layken deixa com pequenos recados (me lembrou biscoitos da sorte japoneses). Em cada papel que eles abrem parece ter uma mensagem especifica para aquele momento. São pequenas instruções, conselhos de uma mãe, para ajudar seus filhos no momento de precisão. Esses conselhos caem como luva e verdadeiramente ajudam nossos personagens. 

O livro é todo trabalhado nos conflitos que os cercam, a triste partida da mãe de Layken, o começo de algo novo para ambos... Tudo de forma singela.
Quem leu o primeiro livro sabe do concurso de Slam, temos o concurso no segundo livro também ainda que de forma mais escassa.
Para quem não sabe o que é Slam, é um concurso de poesias, onde as pessoas se reúnem e fazem a poesia falada. Mas nada de rimas bobas, são poesias que saem da alma dos concorrentes. E Will declama cada coisa linda!
Diverti-me muito com os passeios que ambos dão, pois Layken se arruma toda, e quando vai ver ele só deu a volta na vizinhança kkk totalmente impagável o nervoso em que ela fica!
A capa é singular como a história, bela e singela. Segue nos moldes da primeira, todo o livro é muito bem trabalhado e merece um lugar na sua estante.
Recomendo para todos que adoram um bom romance, ainda os leitores mais jovens, pois ele não trás cenas explicita de sexo nem nada do tipo por exemplo, mas sim belas lições sobre a vida, responsabilidades e o amor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...