[RESENHA] Os Adoráveis - Garotas quietinhas raramente fazem história - Sarra Manning

Os Adoráveis

| Autora: Sarra ManningEditora Novo Conceito |Páginas: 384Skoob | ISBN: 9788581631950 | Comprar|

Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez.

"Adorkable dá voz a quem está sentado em seu quarto ou pelos cantos, ou quem está tentando arduamente apenas se ajustar. Mas, adivinhem? Vocês não têm que se ajustar. Vocês não precisam ser ninguém além de quem vocês realmente querem ser. Algumas vezes, nós nos esquecemos de que não há nenhuma lei que diz que é preciso ser o que os outros esperam que venhamos a ser."


Hoje vou falar de um livro que particularmente achei o máximo!

Para quem é blogueiro esse livro entra no Top 10 fácinho e para quem não é, provavelmente vai ficar louco para ser e entrar neste mundo louco.

Vamos por partes, a livro conta a história de uma garota muito solitária, que com apenas 17 já mora sozinha e vive uma vida peculiar. Jeane é uma blogueira excêntrica, se veste de formas inimagináveis, é bem dona do seu nariz. E só conversa com uma pessoa na escola, seu namorado/melhor amigo Barney.
Tudo na sua vida vai bem até que Michael Lee, o garoto mais popular da escola começa a falar com ela, o motivo? Sua namorada Scarlett anda muito grudada no Barney, namorado de Jeane.
Ela não da à mínima para isso, ignora e é super grossa com o garoto. Mas desde esse dia começa uma estranha relação entre eles, iniciada pela desconfiada de seus namorados, continuada após um primeiro e louco beijo.  Mas a questão é que ambos são completamente errados um para o outro.

''Eu não conseguia nem imaginar por que Michael Lee estava ali, diante de mim, de queixo empinado, insistindo que precisávamos ter (...)
- Vá embora''

Jeane é uma personagem única! Super descolada, não da à mínima para a opinião dos outros, usa roupas malucas de bazar e pinta o cabelo com cores mais malucas ainda. Tem um blog sobre o estilo de sua vida, ele o Adorkable virou mais que um blog, uma marca e um estilo de vida entre os jovens que se identificam com ela. No entanto Jeane apesar de seus milhares de seguidores é uma garota muito sozinha, seus progenitores, (chamar de pais é um elogio que eles não merecem) praticamente a deixaram sozinha com uma desculpa pior que a outra, e sua boa irmã está estudando longe.
Por isso seu mundo é seu blog e suas outras redes sociais, seus amigos online são tudo. Em uma cena ela cai de uma bicicleta, se machuca toda, e a primeira coisa que pergunta é ’’onde está meu celular??’’
Isso os lembra de alguém? XD
Ela não vive sem o twitter, checar o e-mail e blogar.

"Eu tenho um monte de coisas laranja. Meias laranja. Balas de goma laranja. Eu tinha até mesmo, numa ocasião, comido laranja de verdade, mas na minha cabeça não, não, não..."
 

Seu oposto é Michael Lee, o todo poderoso da escola (asiático por sinal!) bonito, forte, atlético garanhão das meninas e acreditem ou não, o rapaz é inteligente! No entanto o que ele vê em Jeana nem ela mesma sabe, pois Jeane é baixinha, meio gorducha, não gorda, mas definitivamente sem curvas bonitas (tipo: a maioria de nós, uma garota comum, se não fosse por seu estilo nada comum de se vestir). Mas o pior, ele é bem filhinho do papai. Mas desde que se beijaram um não desgruda do outro!

"Talvez eu tenha beijado Jeane porque isso a faria calar a boca. Ou aquela poderia ter sido a forma mais fácil de lhe mostrar que eu não era quem ela pensava que eu era, que realmente podia haver algumas profundezas ocultas em mim, no fínal das contas. Mas tenho a terrível sensação de que beijei porque queria."

O livro é narrado por Jeana e por Michael, o que adorei, pois assim posso ver toda perspectiva dessa maluca história sobre o olhar dele. O que torna tudo muito engraçado, por diversas vezes ele a ofende em pensamento, grita com ela e se pergunta, porque eu gosto dela?

''Eu odeio Jeane Smith.
Odeio seu jeito incomum de se tornar o menos atraente possível, mas ainda assim querer que todos a notem. Ela devia usar uma camiseta escrita. ''Ei todo mundo! Prestem atenção em mim! Agora mesmo!''

No começo do livro percebemos que o blog dela é algo grande, mas não temos noção do QUÃO grande é na verdade. Ela decididamente tem um futuro brilhante à frente. O Adorkable virou uma estilo de vida para muita gente, pessoas que antes não se enquadram entre os demais, nos padrões ''comuns''.

Um tema muito abordado nos livros adolescente é o tal do bullying, e com esse não seria diferente, afinal onde tem escola e adolescentes pode ter certeza que o Bulliying vai estar. A escola inteira implica com Jeana, na verdade nem é implicar, eles praticamente a ignoram e morrem de medo dela em outros momento. Sua linguá inteligente e afiada é bem conhecida por fazer pessoas chorarem. Acredito que é o modo de defesa dela, a forma de ser ela mesma, e ao mesmo tempo se proteger das pessoas. Como dizem? O ataque é a melhor defesa. 

A narrativa é muito envolvente, cheia de diálogos, pensamentos divertidos, momentos malucos e inusitados... Dinâmico é a palavra certa para ele. Adorei ver esse novo universo adolescente, pois em meio a piadas e momentos divertidos temos questões muito importantes sendo demonstradas, como o abandono paterno. Os males da emancipação precoce, os problemas com a super proteção. Sem falar das diversões em se ver à interação de todos na escola, ou devo chamar de zoológico? Rs

'' O grande Gatsby é sobre a morte do sonho americano, e Vontade de indômita é sobre a teoria objetivista e a força do individuo. Eles não poderiam ser mais diferentes, a menos que você seja completamente retardado - e dirigi-me a toda classe, não apenas a Scarlett. ''

Nesse nosso mundo cheio de tecnologia esse livro aborda com muita verdade o quanto nos tornamos dependente dela, o quanto procuramos matar a solidão com os ‘’amigos virtuais’’ o quanto isso pode ser positivo, e ao mesmo tempo negativo. Os internautas vão se sentir em casa, na verdade vão se sentir um Dark! Pois todos que adoram tuitar até o estão almoçando e não conseguem ficar sem checar o e-mail pelo menos duas ou três vezes ao dia faz parte do mundo de Jeane, e ser Darks nos torna ainda mais especiais. Eu me senti em casa, a cada elemento tão familiar como Facebook, eu me sentia um pouco online rs. 

A diagramação é perfeita como sempre, a capa é linda, os detalhes, tudo em perfeita harmonia. Só não achei que as pessoas na capa representam muito bem o que eu imagino serem os personagens, detesto imagens de pessoas na capa, acaba estragando a diversão. É como aquela brincadeira de fazer bichos na parede com velas no escuro, basta a luz voltar e perde toda a graça. As folhas amareladas e as letras de excelente tamanho, tornam a leitura muito agradável.
Não conhecia a autora, mas a partir de agora ficarei de olho nela!
Recomendo para leitores de todas as idades, para qualquer um que ame ler, sendo homem ou mulher. O livro aborda muitas questões e pode ser apreciado por todos, o que garanto de início é a certeza de momentos prazerosos e divertidos. 

"Jeane vive em Londres e é blogueira, tuiteira, sonhadora, instigadora de sonhos, provocadora, tricoteira e iconoclasta em treinamento"





8 comentários

  1. Nita, estou louca pelo livro, já comprei na pré venda!

    Bjs, Isabela.

    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha, Nita!
    Pelo jeito Os Adoráveis é muito legal, né? Acho bacana livros com personagens principais fugindo do estereótipo "magrinha-corpo-perfeito-linda-maravilhosa", parecem bem mais condizentes com nossa realidade... rsrs E, pelo visto, é um livro indispensáveis pra nós, blogueiras de plantão! ;)
    Bjus!

    ResponderExcluir
  3. Essa é uma das minhas proximas leituras e a tua resenha já me deixou com mais vontade ainda de ler.

    Parabéns pela resenha, depois vai ter resenha tbm lá no blog.

    Bjs
    leituraentreamigas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Com certeza vou ler esse livro *-* Com uma autora maravilhosa dessa nem tem como não ler :D


    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da sua resenha (e apesar de eu não ter ido muito com a cara dele acho que vou dar uma chance mais pro futuro :D)


    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Já até comprei ele no pré lançamento *-* mal posso esperar para lê-lo!

    ResponderExcluir
  7. Nita, aprendi que realmente não podemos julgar um livro pela capa. Quando vi a capa não dei nada pela história, mas pelo que li aqui é bem interessante e aborda temas interessantes. Gostei de saber que tem capítulos narrados por personagens diferentes. Bjs, Isabela.

    ResponderExcluir
  8. É sim flor! Muito obrigada por comentar, você irá adorar o livro, muito divertido!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...