[RESENHA] Adeus à Inocência - O que a vida espera da gente é um pouco de coragem... - Drusilla Campbell

Adeus à Inocência

| Autora: Drusilla Campbellt |Selo: Novo Conceito | Páginas: 270 | ISBN: 9788581632766 | Skoob | Comprar |

Madora tinha 17 anos quando Willis a “;resgatou”;. Distante da família e dos amigos, eles fugiram juntos e, por cinco anos, viveram sozinhos, em quase total isolamento, no meio do deserto da Califórnia. Até que ele sequestrou e aprisionou uma adolescente, não muito diferente do que Madora mesmo era, há alguns anos... Então, quando todas as crenças e esperanças de Madora pareciam sem sentido — e o pavor de estar vivendo ao lado de um maníaco começava a fazê-la acordar —, Django, um garoto solitário, que não tinha mais nada a perder depois da morte trágica de seus pais, entrou em sua vida para trazê-la de volta à realidade. Quem sabe, juntos, Django, Madora e seu cachorro Foo consigam vislumbrar alguma cor por trás do vasto deserto que ajudou a apagar suas vidas?


''Madora Welles tinha 12 anos quando aprendeu que algumas garotas têm sorte na vida, e outras nem tanto. No dia em que seu pai foi a pé para o deserto, ela prendeu que a sorte pode se esgotar-se num único dia.''

Nesta história temos a personagem Madora (nome estranho :/ ) ela tem apenas 17 anos e está perdida na vida, seu pai se matou quando ela era mais nova, sua mãe se tornou um ser frio e distante. Triste e sozinha ela se refugia numa péssima colega Kay Kay, uma garota que bebe, fuma de tudo e leva a vida de forma totalmente irresponsável. Tentando se misturar e ser queria por alguém ela segue Kay Kay e seus amigos. Numa dessa ela conhece o louco Willis, um cara com um passado perturbador, o qual só vai descobrir mais para o fim do livro. Ele diz que vai cuidar dela, diz que a ama e vai protegê-la. Se sentindo amada ela decide fugir com ele.
Cinco anos se passam e ela ainda é vive com ele, tendo a companhia de seu cachorro para amenizar seu drama...
O livro é narrado por vários personagens, Madora, Willis, Django e sua tia Robin. Eu adorei ver a perspectiva da história sobre vários olhares, ver sobre os olhos do louco Willis, da sua ‘’refém’’ Madora, de seu salvador Django. Além da tia Robin que nada sabe sobre os infortúnios do casal, mas vive seu próprio dilema com o sobrinho.
Madora é uma personagem estranha, em diversos momentos senti pena dela, em outros apenas raiva da sua submissão. Em determinados momentos eu gritava ‘’fuja!’’ mas ela não nos ouve... Descrevo-a como uma garota traumatizada, com sérios problemas psicológicos desde o suicídio do pai. Seu grande azar na vida? Conhecer um cara ainda mais perturbado que ela, e pior, manipulador.

Willis é estranho, no começo do livro quando ela nos conta como o conheceu ele parece um cara legal, mas reservado. Ele diz que vai ‘’resgata-la’’. Quando Madora conta sobre sua família ele ouve tudo, e depois da um jeito de distorcer as coisas, coloca a morte do pai dela como culpa de sua mãe. Diz que a mãe dela deve ter decepcionado seu pai, ‘’homens como eles não suportam a decepção da mulher que amam’’.  
Com um jogo mirabolante ele consegue faze-la se sentir melhor sobre o pai, e ao mesmo tempo sentir que deve amar Willis e nunca decepciona-lo, ou ele vai ter o mesmo destino de seu pai.

 " -Você vai fazer tudo que ele pedir e não finja que não vai. -Linda tirou as pernas da cama e ficou de pé, segurando-se no encosto de uma cadeira para firmar-se. - Matar-me é a única coisa que ele pode fazer. E ele está planejando isso, sei porque vejo nos olhos dele quando olha para mim."

Sociopata, assim o descreveram depois. Esse tempo todo Maradona mesmo sem saber foi sua refém. Mas quando ele decidiu ‘’resgatar’’ Linda, uma garota grávida e sozinha é que Madora começa a acordar para a vida.
Linda é uma personagem até que divertida, ela fica trancada num trailer no quintal de Madora e Willis, ela não pode sair e ainda recebe ‘’visitas’’ dele a noite.
E Madora acredita mesmo que Willis está ajudando uma garota perdida (lavagem cerebral!)

‘’Você é como um pequeno fantoche, não é Madora, fazendo tudo que o Willis quer que você faça?’’ 

‘’Céus esqueça o coelho. Você parece um papagaio – (...)- Madora quer biscoito?’’ pág 86. 


E por último, mas não mesmo importante Django, um garoto de 12 anos, rico, fofo e que de um dia para o outro perde os pais em um acidente de carro.
Django se muda para a pequena cidade de Madora para morar com uma estranha tia que ele mal conhece.
Nessa de andar por aí ele conhece Madora, e por mais estranho que pareça eles criam um vinculo de amizade.
Django é um personagem muito inteligente, perspectivo, ficar em seus pensamentos é algo muito interessante, temos uma boa perspectiva da vida louca de Madora pelo seu olhar inteligente. Torcemos o livro todo para Django se curar de seu sofrimento e conseguir ajudar Madora.
Não é uma leitura simples, eu diria que é um livro critico. Você argumenta com ele, tenta entender o que acontece entre os personagens e por diversas vezes da uma de psicólogo analisando a mente deles. Eu nem imagino como deve ser a leitura para alguém que vivenciou algo parecido com essa história, pois se para mim que nunca (graças a Deus) vi nada parecido ele já marcou tanto!

A narrativa é muito envolvente, você fica preso na história, o fluxo de informações nos dando reflexos do passado, vários acontecimentos na vida de todos os personagens, algumas palavras e pensamentos ao vento... Tudo isso forma uma teia que nos prende a leitura.
Nunca li nada dessa autora, mas gostei muito de sua forma de escrita, o livro é fino e, no entanto tem tanta coisa, tantos sentimentos confusos e complicados, tantos acontecimentos. Eu esperaria algo assim de um livro 400 páginas.

Quanto à diagramação é como sempre, impecável o trabalho da editora. Uma capa sugestiva e linda, detalhes internos lindos e delicados, páginas amareladas, letras de bom tamanho. Sua leitura tem tudo para agradar desde o visual ao conteúdo.
Se recomendo? Muito! Para pessoas de todas as idades, que curtam um bom livro independente do gênero. Vale muito a pena dar uma chance a ele, você irá sair com muitas coisas para refletir depois. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...