[RESENHA] A Garota do Penhasco - Lucinda Riley

A Garota do Penhasco

A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas. “De ritmo tenso e original, este é um romance envolvente sobre recuperação, resgate, novas oportunidades e amor perdido.” -- Booklist


Aurora

''Eu sou eu.
E vou lhe contar uma história.
As palavras acima são as mais difíceis para qualquer escritor, foi o que me disseram.
Expressando de uma maneira: o modo como se começa. Plagiei do meu irmão  mais novo a primeira tentativa de contar uma história. A frase de abertura dele sempre me impressionou pela simplicidade.
Portanto comecei.
Devo avisar a você que não sou profissional nisso. Na verdade, não consigo me lembrar de qual foi a última vez escrevi sobre o papel como uma caneta. Veja bem, sempre me expressei com o corpo. Agora que já não posso fazer isto com nenhuma intenção de apresentar para publicação. Receio que seja algo mais egoísta do que isto. Estou na fase da vida que todos temem - a de preencher os dias com o passado porque há pouco futuro pela frente.
Trata-se de alguma coisa para fazer.
E acho que a minha história - a minha e da minha família, que começou quase cem anos antes de eu nascer - é bem interessante.''


Quem já leu algum livro da Lucinda Riley sabe exatamente como esse livro vai ser. Tenso, forte, que vai como fogo queimando devagar, começa a história como uma chama pequena, aos poucos você vai se inteirando, se aprofundado e quando percebe BUM! Fogo, está vidrado na história, necessitado por saber o final, louco no frenético ritmo de virar as páginas, e triste quando vai chegando no fim, pois você não quer que ela acabe kkk.

A história conta a vida sobre algumas gerações das famílias Riley e Lisle, ambas marcadas por ''crianças'' em especial, garotinhas, abandonadas e que de um modo ou outro destroem as famílias adotivas. Calma que não estou falando de um livro de terror com assassinados rs, quando digo ''destroem'' me refiro no sentido dos relacionamentos, no âmbito sentimental. Mentiras, traições, abandonos e muitos maus entendidos fazem com que muitos.

Grania é uma mulher forte e decidida, mas excepcionalmente orgulhosa. Infelizmente ela acaba de perder seu bebe e por causa de algo que só nos é revelado muito depois, ela abandona seu companheiro, o gentil e afetuoso Matt, voltando para a casa de seus pais.

Lá na Irlanda, Grania dando um pequeno passei vê uma garotinha na ponta de um penhasco, aparentemente ela parece que vai saltar. Desesperada para ajudar ela acaba por conhecer a garota do penhasco e seu sedutor pai. Ainda que sofrendo por seu filho perdido e seu relacionamento destruído ajudar essa garota, conhecer o passado de abamas as famílias é o que acaba por ser a chave para salvar seu futuro.

"- Mãe eu estou ajudando a divertir uma garotinha solitária, não estou me mudando para lá! Qual é o problema?
- Já lhe disse antes e vou dizer de novo: aquela família é um problema para esta. E eu diria que você já tem problemas suficientes na sua vida sem precisar acrescentar os deles.
- Ora, tenha dó, mãe! Aurora é uma criança sem mãe que acabou de se mudar de volta para cá e não conhece ninguém. Ela está sozinha! - disse Grania em exasperação. - Até mais tarde.
Grania saiu batendo a porta atrás de si e Kathleen suspirou.
- Sim - sussurrou para si mesma -, e você é uma mãe sem filha."


Eu me emocionei muito em cada página, adoro livros que envolvam mais de uma história, que una vidas aparentemente separadas, mas que no fim se tornam uma só.

Algo muito interessante, o livro nos é narrado por Aurora, a garota do penhasco, uma voz infantil e doce que nos conta tudo. Em certos momentos da narrativa ela para a história e comenta um pouco. Você vão parar e pensar: ''Mas por que é tão infantil Aurora na narrativa? Ela não cresceu?'' eis ai o mistério que só será revelado no fim do livro... ^^

O livro é bem grosso, 521 páginas. O que já demonstra uma história bem detalhada, muito bem construída. Um bom fluxo de informações. Mas nem pensem na palavra ''monótona'' perto desse livro ou ficarei ofendídissíma! Ele é muito ativo, como prova temos a história de Mary, uma garota jovem que batalha muito na vida para sobreviver, e tem seu noivo perdido para guerra. Ela o espera por anos e quando por fim a guerra acaba... Bem, preciso dizer? 

Preparem lenços, algo macio para socar nos momentos de revolta, um lugar reservado para não pensarem que é bipolar por rir, chorar e se emocionara sem pausa alguma.

E reservem um bom tempo, pois sua leitura exige um tempo para reflexão depois, um dos ensinamentos que mais gostei foi ''nem tudo que parece é' quantas e quantas vidas não terão se destruídos por maus entendidos, decisões aparentemente pequenas e ruins? E talvez, má sorte, um destino brincalhão e cruel...


"Todo ser humano tem uma experiência fascinante, com um grande elenco de personagens bons e maus.
E quase sempre, em algum ponto ao longo do caminho, essa história é mágica.
Deram-me o nome de uma princesa de um famoso conto de fadas. Talvez seja esse o motivo de eu sempre ter acreditado em magia. E à medida que fui ficando mais velha, compreendi que um conto de fadas é uma alegoria sobre a grande dança da vida de que todos participamos, desde o instante em que nascemos.
E não existe escapatória até o dia em que morremos."




Título: A Garota do Penhasco
Autor: Lucinda Riley
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632575
Páginas: 528



9 comentários

  1. Dos lançamentos da NC do mês passado, de cara esse foi o que eu mais fiquei com vontade de ler. Pela sinopse não dava pra saber que a história era assim...
    Adorei sua resenha, tou com ainda mais vontade de ler!
    beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da Lucinda :/
    Você recomenda começar por esse? ou tipo tanto faz???
    Adorei a resenha, quero ler *--*
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Nita!!
    Dos lançamentos da Nova conceito , este livro foi o que eu mais fiquei interessada em ler! Eu ainda não li nada da autora, mas o enredo parece ser maravilhoso mesmo. tenho quase certeza que vou amar :)

    ResponderExcluir
  4. Oi florzinha.


    Esse livro parece ser um amor, to louca para ler qualquer coisa desta autora, agora quando eu começar a trabalhar já tem um livro a mais na lista.
    To encantada com a resenha Nita.


    bjs

    ResponderExcluir
  5. Obrigada flor! Essa autora é muito boa, não tem um livro que não seja excelente ao meu ver.

    ResponderExcluir
  6. Autora nota mil! Todos os livro são emocionantes e cheio de belas lições, pode ler tranquila, garantia de boa leitura.

    ResponderExcluir
  7. Não sei kkk é que dela eu recomendo todos os livros, todos mesmo, É um mais lindo que o outro. Dica: leia as sinopses e comece por aquele que mais aguçar sua curiosidade. ^^

    ResponderExcluir
  8. Obrigada flor! Espero que ame como eu amei ^^

    ResponderExcluir
  9. Ah obrigada *--*, acho que vou dar uma pesquisada então :D


    Beijo

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...