[RESENHA] Marley e Eu - John Grogan


John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranquilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível. 

Emocionante e verdadeiro são elogios que se encaixam perfeitamente para Marley e Eu. O livro é um não-ficção escrito por John Grogan que conta a história do "pior cachorro do mundo". John é jornalista, casado com Jenny, uma comentarista de cinema. Os dois eram recém-casados, felizes e viviam em uma charmosa casa na Flórida, mas sua esposa não sabia se seria uma boa mãe porque tinha matado uma plantinha depois de irrigá-la ao extremo.

Para testar seu instinto materno ela resolveu adotar um cachorro e casal encontra uma fazenda que vende animais. Eles se apaixonam por filhotes de labradores e escolhem um deles pra levar para casa levando em conta a mãe dócil e calma que eles tinham conhecido. Mas, quando estão deixando a propriedade eles conhecem o "pai" daquele filhote e o que viram foi um enorme cachorro que mais parecia um monstro. Os dois rezaram para que aquele lindo filhote não tivesse puxado seu "pai".

E como eles estavam enganados...Marley cresceu, ficou enorme, desobediente, ansioso e neurótico. Mas, tinha um grande coração e sempre estava por perto beijando e babando em todas as pessoas. O livro é um relato de John sobre a vida que teve ao lado do cachorro, mas também com boas histórias sobre sua vida familiar.

Com Marley em casa Jenny percebeu que poderia ser uma ótima mãe e os dois tentaram ter um filho, mas não foi nada fácil. Foram muitas tentativas e foi um desgaste emocional para o casal. É interessante acompanhar esse depoimento do autor, pois muitos casais passam por uma situação assim. Enquanto eles tentavam ter o primeiro filho, Marley dava mais trabalho que recém nascido. Ele até consegue ser expulso de uma classe para adestramento de cães.

A primeira gravidez de Jenny foi muito comemorada, mas ela sofreu um aborto nos primeiros meses. Tempos depois ela engravidou novamente e após 9 meses deu à luz a Patrick. No começo eles tem receio de que Marley possa fazer algum mal a criança, no entanto, ele agiu como um defensor do bebê e sempre se aproximava de forma tranquila e brincalhona. Muitas vezes eles foram censurados por deixar os filhos tão próximos de um cachorro "ameaçador" como Marley. Os dois ainda tiveram o Conor e a Collen.

Marley era um cão indisciplinado, que mexia no lixo, babava pela casa, subia nas pessoas, destruía sapatos, tapetes e colchões. Mas, sendo bem clichê, ele tinha um grande coração. Ele era extremamente eufórico e tinha tanto medo de tempestades que era capaz de abrir buracos nas paredes da garagem.

"Como qualquer relacionamento, este tinha seu preço. E acabamos aceitando este preço em troca da alegria, diversão, proteção e companheirismo que ele nos proporcionava. Poderíamos ter comprado um iate com o que gastamos com nosso cachorro e tudo que ele destruiu. Mas, me pergunto: quantos iates ficam esperando junto à porta o dia inteiro até você voltar?"

O final é triste e meus olhos encheram de lágrimas, mas o livro faz você pensar no seu bichinho de estimação que está sempre ao seu lado precisando apenas de um pouco de carinho. Muitos cachorros são indisciplinados e até chatos, mas te amam sem pedir nada em troca.

A única ressalva que faço sobre a narrativa é que achei o texto um pouco apressado em alguns momentos da história e muitas vezes ele deu prioridade a assuntos totalmente aleatórios quando poderia abordar outros pontos da narrativa. No entanto, o livro é indicado para quem quer uma leitura leve, despretensiosa e emocionante. Se você tem um cachorrinho fique com o lencinho ao lado.




 Título: Marley e Eu 
Autor: John Grogan 
Editora: Ediouro 
Páginas: 304 

2 comentários

  1. Peguei um pedacinho do seu resumo emprestado, até divulguei seu blog lá no meu! beijos, adorei seu trabalho!

    http://minhapaixao-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. ótima resenha, ótimo blog.

    Para download do livro em pdf clique aqui :http://livrosdagi.blogspot.com.br/2014/01/marley-e-eu-pdf.html

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...