[RESENHA] Meu amor, Meu bem, Meu querido - Deb Caletti

Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido

''O que é o amor se não o mar? Você pode brincar com ele ou se afogar nele. Certamente é luminoso, tanto que pode machucar seus olhos e até mesmo cobri-los de sal e areia. Pode se esconder numa curva de estrada e então, de repente, resplandecer de glória. Ele vem em ondas como a respiração, para dentro e para fora, para dentro e para fora, o corpo tendo para todas as possibilidades e, ainda assim, o cerne dele se esconder, não é completamente conhecido, inconcebivelmente majestoso.''



Sinopse: É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis. Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem...


Primeiro livro que leio da autora, não foi muito meu estilo de leitura, mas foi bem agradável. Posso não ter amado, mas isso não impede que outros adorem. Vamos a resenha?


Ruby  é bem parecida com muitos jovens introvertidos, que preferem ficar na sua depois de terem pagado muitos micos ao longo da vida. Ela é uma boa garota, tira boas notas se da bem com a mãe e com o irmão. Até o dia em  que um bad boy resolve lhe dar bola.



''Lembre-se de que o ensino médio é um grande jogo em que a loira, a garota perfeita, está sentada a margem, enquanto todo mundo atravessa um campo minado tentando não parecer estúpido. No mundo real, é tudo invertido.'' pág. 13



Ruby é bem engraçada, ela é toda santinha e tal, mas basta  Travis aparecer que ela se transforma. Vira uma garota destemina, que anda com ele de moto a mais de cem por hora e nem grita (por fora, porque por dentro ela berra! rs) ela fica com a boca mais suja, mais respondona....o engraçado é que ela mesma reconhece estar ficando doida, ela sabe que ele é mau para ela, mas mesmo assim como toda adolescente apaixonada, não consegue terminar com o cara. 



''O que vi foi aquele garoto, bem bonito, ai meu Deus, com um capacete debaixo do braço e me olhando com um sorriso amarelo. De repente, tive a sensação de que algo estava para acontecer. Soube instantaneamente que ele era mau; e que isso não importava.'' pág. 17



Sua mãe é uma personagem que gostei muito. Uma tola no amor, o pai de seus filhos, abandonou ela a mais de 10 anos, e ainda sim ela tem esperança e destrói seu coração toda vez que ele aparece para uma visitinha. Da dó dela, adulta por fora, mas por dentro uma garotinha desiludida.


O irmão mais novo de Ruby, Chip Jr. foi meu personagem favorito. Ele é um garotinho muito inteligente, cheio de frases de efeito. Ele ajuda sua mãe quando ela está de coração partido,  ele é muito atencioso com sua irmã também. Em resumo é um irmãozinho adorável, do  tipo ''quero um também!''


''- Se quer nos avisar de que ele está para chegar, a gente já sabe. Pelo menos, eu já sei.- Eu também - disse Chip Jr.  (...)- pelo menos vocês poderiam ficar contentes.- Eeebaaaaaa! Mama eu quero, mama eu quero....- eu disse.- Mamãe, eu quero, mamãe eu quero. Mamãe eu quero mamar.- Da chupeta. Dá a chupeta. Dá a chupeta pro bebe não chorar-- Pega a mamadeira e entra no porão. Eu tenho uma vizinha que se chama Ana. Mamãe eu queeeeeeeero! - Cantou Chip Jr. Era quando eu mais gostava dele.- Parem com isso - pediu minha mãe (...)- Claro que a gente está contente. Ele é nosso pai, não é?''



Traves é um sem vergonha! Puxa, como da raiva da Ruby em diversos momentos, ela comete cada besteira por causa desse garoto...me senti uma mãe de adolescente, assistindo seu desfile de erros e sem poder fazer nada a respeito. Não vou dizer o que ele apronta porque ia estragar a grande surpresa de até onde Ruby pode chegar por ele....



Sua mãe na tentativa de afasta -la de Traves, decide arrastar Ruby as reunião das Rainha das Caçarolas, um grupo de pessoas de idade, que se reúnem toda semana para discutir sobre um livro. Mas algo estranho acontece. A personagem do atual livro é justamente uma das caçarolas, uma senhora que sofreu um derrame e agora todos, incluindo Ruby partem para uma divertida viagem de carro, em busca do amor Lillian.


''Viver na superficialidade - disse Fowler - Isso é uma doença.''


Essa viagem é bem engraçada galera, pensem nas confusões e palhaçadas que podem surgem quando se tranca em um carro: uma adolescente rebelde, um garotinho, uma mãe de coração partido em guerra com a filha, várias senhoras e um senhor de idade em busca de um grande amor?



Agora vem as criticas: O livro é muito descritivo e com muitos poucos diálogos, Ruby descreve paisagens, sentimentos, tem lembranças, e pensa muito com sigo mesma. As vezes a história fica meio monótona  Eu curto uma coisa mais dinâmica, achei o livro apesar de fino, muito demorada em cenas sem conversação nenhuma. Essa parte vai de gosto não é mesmo? 


''Continuei frequentando o clube de leitura das Rainhas das Caçarolas. Era surpreendente que ninguém houvesse notado que eu não era mais quem eu costumava ser. Pelo menos, não no começo.''


Mas num todo a história é muito boa, todos os personagens aprendem boas lições, é muito interessante a interação entre os personagens mais novos e os mais velhos, tem momentos em que parece que a Ruby é a idosa e as caçarolas são as garotinhas divertidas e animadas. Ri bastante com elas, o que salvou totalmente a história.

Recomendo o livro, pois apesar de não ter amado, reconheço sua qualidade e sei que muita gente vai gostar. =)



Autora: Deb Caletti
Titulo: Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido
ISBN: 9788581631585
Selo: NOVO CONCEITO 
Ano: 2013
Páginas: 240




                                                                                       Beijos
                                                                                                    Nita

2 comentários

  1. Olá Nita, já li o outro livro da autora: Um lugar para Ficar e apesar de ter tido muitos pontos que eu não gostei a leitura correu bem e tal, acredito - pela sua resenha - que Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido vai ser do mesmo jeito, parece que a autora encontrou a zona de conforto do tipo: o livro não desgrada, apesar de não agradar a todos, mas vende. Então...


    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Nita! Estou ansiosa para ler Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido! Beijo!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...