[RESENHA] Para Sempre - Kim e Krickitt Carpenter




“Foi necessário que algo devastador acontecesse para que eu percebesse que vencer não é tudo na vida. Até que alguém que passe por uma situação como a que eu passei, essa pessoa não vai entender o que eu digo. Minha perspectiva sobre a vida mudou totalmente. Você passa a respeitar muito mais a vida. Minhas prioridades são um pouco diferentes agora.”

 SINOPSE: A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

“A vida não é justa; é apenas a vida – disse ela, de maneira suave e confiante. – Todos têm momentos em que sentem como se estivessem à deriva, abandonados mesmo... Mas não é verdade. Não quando se tem fé.”

''Duas almas gêmeas, que se conheceram através de um telefone, e seu amor por esportes. Separadas pela tragédia, mas unidas pelo amor e para sempre ligadas pela fé em Deus e seus milagres''

                                                   O casal em seu casamento :D

Li muitas resenhas sobre esse livro, apesar de a maioria serem positivas, sempre encontrei ressalvas sobre o livro, nos quesitos de narração, falta de diálogos, lentidão etc.
Esse livro galera apesar de ser tachado como um ''romance'' eu o considero um livro de ''memórias'' ou ''autobiográfica'' por se tratar de uma história real. O livro foi escrito pelos próprios personagens Kim Carpenter e Krickitt Carpenter , apesar de os dois terem escrito, o livro todo é narrado por Kim, eu como a maioria das pessoas, senti muito a falta da narrativa da Krickitt, uma vez que foi ela quem perdeu a memória, e seria incrível vê-la descrevendo como foi morar com um homem que todos diziam ser seu marido, mas  que ela não lembra nem ao menos de ter conhecido. Mas por motivos ocultos isso nos foi negado. (talvez ver o lado dela da história, ia tornar difícil enxergar-la com os mesmos olhos desesperados e confusos de Kim) As pessoas que estiverem mais acostumadas a ler biografias/memórias, sabem que são geralmente (se não sempre) narradas apenas por um personagem e que tem pouquíssimos diálogos. Concordo com aqueles que disseram ser muito poucos os diálogos, mas como disse antes, livros de ''memórias'' são assim mesmo. E  discordo no ponto de que isso tornou a história lenta e cansativa. 

"Quando lhe dei aquele anel, jurei protegê-la em tempos de necessidade e dificuldade. Definitivamente, esse era um momento de necessidade e dificuldade, mas eu me sentia impotente. Não havia nada que eu pudesse fazer para protegê-la."

Neste livro temos Kim e Krickitt Carpenter, nos relatando como foi o período mais negro e ao mesmo tempo mais milagroso de suas vidas, não foi um romance de folhetim, ou um dos contos de fadas modernos, ou algo floreado, nem nada parecido com os romances dramáticos de Sparks. É apenas uma história, um relato de vida, amor e fé, que foi tão real, que fez com que seus personagens escrevessem esse livro para que sua lição de amor fosse passada a diante, e quem sabe assim, ensinar algo de bom a gerações futuras.

Se você quer ler em procura de amores proibidos, paixões avassaladoras, dramas de  amor e ódio, e diálogos picantes, com frases de tirar o folego... ligue a tv ou procure outra coisa para ler, uma revista talvez? Por que o que vão encontrar é a história de duas almas gêmeas, que se conheceram, se apaixonaram, e foram cruelmente separadas pela  tragédia, mas que a força do amor e a fé em Deus, foi capas de unir e sobre as águas construir uma ponte entre o passado e o futuro.

Descrente como sou nas questões do amor, confesso que fiquei emocionada com essa história, Kim levou seus votos de ''até que a morte nos separe'' mais a sério do que a maioria das pessoas (se não todos) seria muito fácil desistir, e cá entre nós, as pessoas tende a ter muita facilidade em desistir quando as coisas ficam difíceis. Mas não, ele cuidou da sua esposa ''na alegria e na tristeza, na saúde e na doença...''  ele a ensinou a andar, ir  no banheiro, foi pai, técnico, médico, enfermeiro, amigo. E quando estava a ponto de desistir de tudo, vendo sua indiferença com ele, Kim decide aceitar os concelhos  dos amigos e procura ajuda profissional, um bom psicologo, que da a ele as ferramentas para descobrir que reconquistar a mulher que ele ama é o único modo para voltar a ser feliz.

-Por que você acha que Kricktt decidiu se casar com você?
-Porque sou divertido, charmoso, inteligente e bonito- eu disse em tom de piada.Mike sorriu,  mas não respondeu.Ele esperou pacientemente pela minha verdadeira resposta.
-Acho que foi por causa da maneira que eu a tratava. Eu estava interessado nela como    pessoa, não apenas como mulher com quem eu poderia ter um relacionamento, e acho que ela gostava disso. Éramos almas gêmeas antes de nos apaixonarmos. Sempre houve um lado espiritual muito forte em nosso relacionamento, desde o começo. Krickitt tem uma fé incrível.
-E como você a trata agora?
-Como um pai. Como um treinador.
-Então ela acha que esta casada com seu pai?
Foi minha vez de sorrir...

O livro é bem fino, com apenas 144 páginas (do tipo q se lê em minutos)  amareladas, letras de bom tamanho, e uma capa fofa inspirada no filme. E por falar em filme...

O filme ''Para Sempre'' inspirado no livro, é muito bonito, bem floreado, e com bons atores  (que eu particularmente adoro), mas se você leu o livro, prepare-se, porque o filme é completamente diferente! E olha que sou a primeira a defender, dizendo que essas mudanças são necessárias em adaptações e blá blá blá. Mas esta tudo diferente de mais! Quase nem lembra o livro. Krickitt tem um ex namorado que ela fica correndo atrás, ela não falava com a família a anos, seus pais ODEIAM seu marido, e tem um super segredo, ela é artista plástica, Kim trabalha em uma gravadora (Tipo o esporte os uniu!) Ele podia ter um trabalho relacionado a esportes, uma vez que foi isso que os uniu na vida real. A recuperação dela é quase instantânea e Kim não precisa ajuda-la, sendo que o ponto forte do livro é a dedicação de Kim a cuidar incansavelmente de sua esposa, se esquecendo de suas dores e de sua vida,  mesmo sem ela lembrar dele
Enfim as mudanças são muitas, claro que o foco da história é o mesmo...acidente de carro, ela perde a memória, ele tenta reconquista-la, mas fora isso nem parece a mesma história.


      Kim e Krickitt Carpenter (verdadeiros) com Rachel McAdams e Channing Tatum, que interpretam o casal no cinema
*Fotos copiadas do blog (incrível) Literalmente Falando


                               E como tentamos ser completos nas resenhas.. Trailer do filme



                

Título: Para Sempre

Título Original: The Vow

Autor(a): Kim e Krickitt Carpenter

Páginas: 144

Editora: Novo Conceito

 
                                                                                                  Beijos
                                                                                                                      Nita...

14 comentários

  1. Uau, ótima resenha!!! O livro realmente é lindo! Daqueles que a gente se entretê... e não quer parar de ler. Não achei cansativo, é uma leitura fácil e da água nos olhos, eu, que não sou de chorar! Mas pra quem prefere mistério, suspense ou ação, fica lento mesmo.
    Mas não é pra quem tem coração fraco.
    Parabéns!

    Paolla

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Nita! Estou ansiosa para ler Para Sempre! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. adoreiii!!! Muito linda a história *---*

    ResponderExcluir
  4. Oi!!
    Fico meio em dúvida quanto a esse livro, realmente essa não é uma história de ter muitos dialogos e acho que não gostaria muito desse fato, mas o livro parece legal, fico em duvida! rs

    ResponderExcluir
  5. Adoreiiii mesmo sua resenha e concordo com vários pontos!
    Eu gostei do livro mas não foi "aquela coisa" ótima.
    Também acho que seria interessante ver o ponto de vista dela e como disse Kim levou mesmo a sério o voto que fez, algo que acho muitoooo difícil de ver nos dias atuais, é até difícil de acreditar que alguém passaria pelo mesmo que eles e não abandonaria tudo.
    Vi o filme depois de ler e não gostei da adaptação. Mudaram tanta, mas tanta coisa que não me passou emoção.

    Bjs,
    Leituras & Fofuras
    http://www.leiturasefofuras.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler esse livro!
    Sua resenha só me fez ficar com mais vontade ainda.
    Beijos, Carol.

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua resenha!
    Já li e inclusive já resenhei Para Sempre, livro que se tornou um de meus favoritos, por sua história encantadora e emocionante, eu chorei bastante ao ler. Sou bobona, quase tudo me emociona!
    Concordo com você quando diz que seria interessante o ponto de vista da Krickitt, acho que colocaria o leitor a par dos doisa lados da história, mas acredito que a narração por Kim foi bem intensa e em momento algum, apesar de seu um livro autobiográfico (eu considero assim também) não foi cansativo - não em minha leitura - eu simplesmente peguei esse livro e não consegui soltá-lo enquanto não finalizei a leitura.
    Preciso assistir ao filme isso é fato! Quando? Eu não sei. Sei apenas que já preparei meu coração para as enormes diferenças quando comparado com o livro. Nâo assistirei cheia de expectativa, mas estou empolgada!!!

    Beijos,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Jura que o livro é diferente do filme? Porque eu não gostei tanto do filme não, achei ele pouco explorado e os protagonistas não tinha muita quimica entre eles. A Rachel estava linda no filme, como sempre. Enfim, vou ler o livro então. Assim que tiver tempo *-* Alias, eu também postei sobre Para Sempre, mas o filme KKKKKK q

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  9. Puxa, desejei tanto esse livro e acabei ganhando ele numa promoção em um blog. Claro, pulei de felicidade...e??
    Que decepção..rs Sei lá, lia tanta coisa positiva que acabei criando expectativa em torno da história.
    Não tô dizendo que não é bom,mas sim,é cansativo demais, chato.
    A narrativa acaba dando é sono..rs não desenrola. E fiquei meio triste agora ao ler sua resenha, não sabia das diferenças do filme .Ainda não tive a oportunidade de ver o filme mas tinha esperança de ser melhor que o livro..rsrsrs
    Resenha perfeita, sincera..isso é ótimo!
    Parabens..
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Muito obrigado galera pelos comentários *__*
    Vazio na flor muito obrigada pelo elogio to sorrindo aqui, se eu ficar metida a culpa é sua! rs OBRIGADOOOOO ADORO VOCÊS :D

    ResponderExcluir
  11. Nossa li o livro, chorei muito com a história destes dois muito emociante. Verdadeira história de amor e luta. Não vi o filme ainda mas deve ser muito bom, sei que não vou me emocinar tanto como o livro até porque muitas coisas não está como está no livro.. Mas vale a pena.. Chocante!

    ResponderExcluir
  12. O livro e o filme são ambos lindos,uma verdadeira lição de vida,mas totalmente destintos um do outro!
    Mas adorei sua resenha,parabéns!!!

    Loraine

    ResponderExcluir
  13. Ambas são lindos a historia.. mas tb achei muito diferente..
    Parabéns pela resenha..descreveu bem o livro.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha!

    Gostei do livro mas achei um pouco cansativo :/

    Beijos

    http://leitoraemlondres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...