[RESENHA] Morte e Vida de Charlie St. Cloud - Ben Sherwood




“É uma história sobre devoção e sobre o vínculo indissolúvel entre irmãos. Sobre a descoberta de sua alma gêmea onde você menos espera. Sobre vida interrompida e amor perdido. Algumas pessoas chamariam de tragédia, mas sempre tentei encontrar o melhor nas situações mais desesperadas, e é por isso que a história desses rapazes permanece em minha mente.”
Florio Ferrente sobre os irmãos St. Cloud;
Introdução, pág. 426


 Dois jovens irmãos, um animado jogo de beisebol, pipocas, refrigerantes e um carro  “emprestado” numa aventura de fins trágicos, Charlie St. Cloud, é um garoto bonito, inteligente, amoroso e extremamente protetor com seu irmão mais novo Sam. Com o abandono do pai e acostumado a uma mãe trabalhadora que não pode se dar o luxo de ficar em casa a toa, ele esta acostumado a cuidar do irmão, uma relação que por si só já teria motivos o suficientes para ser forte se torna indestrutível. Após o trágico acidente que matou seu irmão, Charlie ganha um dom, e pode ver um milagre.
 Ao ser trazido de volta á vida pelo bombeiro Florio, ele se vê desesperado, pois fez a promessa que mudará toda sua vida,  prometendo ao irmão nunca o deixar, e quando pensou que tudo estava perdido ele revê Sam,  do mesmo modo como estava no dia do acidente, e totalmente ciente de sua nova condição, Sam decide ficar com Charlie e não fazer a travessia. Com seu novo dom de ver os mortos que ainda não atravessou, Charlie transforma toda sua vida numa rotina regida pelo por do sol, todo dia ao por do sol ele recebe o milagre de ver Sam numa campina próxima ao cemitério, lá seu irmão sempre o espera com a luva de beisebol pronto para mais uma noite de jogo, junto com seu cachorro, Sam esta preso na idade que tinha no dia do acidente tendo todas as noites para conversar, brincar com seu irmão mais uma vez.

Mas nesse terrível acidente não foi somente Sam que perdeu a vida, Charlie também estagna a sua, sem poder ir longe (pois todo dia, durante 13 anos, ele tem que chegar a campina e ver Sam, um dia perdido e Sam pode desaparecer para sempre) sem conseguir manter um relacionamento que sobreviva a toda essa loucura, ele não vive, apenas existe, trancando seus sonhos, amores, objetivos ele trabalha no cemitério Waterside, sua vida é resumida em ver Sam e trabalhar, mas como dizem nada é para sempre... Ele conhece a bela e durona Tess, uma linda porem determinada garota, que pretende dar a volta ao mundo em seu veleiro, em um inesperado acidente eles se conhecem e rapidamente se apaixonam, porem Tess esta envolta em um profundo mistério, só Charlie consegue vê-la, até que ambos percebem que a cidade inteira esta procurando por ela, desde um terrível acidente de barco, será que ela esta morta? No decorrer dos fatos Charlie se vê tendo que escolher entre ir  atrás de Tess e assim salva-la, ou continuar com Sam.

“EU ACREDITO EM MILAGRES. Não somente nas maravilhas da criação, como meu filho recém-nascido em casa sendo amamentado nos braços da minha esposa; ou nas majestades da natureza, como o sol se pondo no horizonte. Estou falando dos verdadeiros milagres, como transformar água em vinho ou trazer pessoas de volta da morte.”

Para aqueles que pensam que esse livro fala de morte eu lhes digo, que ele fala essencialmente sobre a VIDA de uma maneira cativante. O autor nos leva a rever muitos sentimentos, afinal quem nunca perdeu um ente querido? Quem nunca desejou apenas mais um dia... É muito fácil nos solidarizarmos com Charlie, ele ama o irmão e recebeu o milagre tão desejado por todos, mas ele também recebeu um presente, uma nova chance, ele estava morto mas conseguiu voltar e no entanto o que fez com esse presente de Deus? O desperdiçou, jogou sua vida fora pela chance de ver Sam, de uma maneira muito delicada e comovente, Ben Sherwood nos faz rever as tantas vezes que deixamos nossa vida de lado, por uma razão sem solução e nos faz refletir sobre o quanto isso pode ser prejudicial para aquele que se foi também, pois viver preso a terra que seja por pessoas amadas sem poder evoluir, pode ser tão triste quanto o nosso sofrimento. Sam ficou preso na forma de criança, frustrado não pode conhecer o amor, perguntando ao seu irmão como era um beijo, ele não teve o ''descanse em paz'', e sim o ''morte/vida'' de tormentas, pois mesmo com a alegria de ter seu irmão por perto, as coisas nunca mais foram as mesmas.
Com uma linguagem simples e clara Ben nos envolve nessa trama onde ficamos desesperados querendo saber o que acontecerá aos irmãos que tanto se amam e a vida separou. Com páginas amareladas a leitura fica muito mais fácil e nada cansativa.

Tamanho o sucesso do livro que ele logo foi adaptado às telonas em 2010 com o Lindo do Zac Efron como Charlie St. Cloud, quem não viu ainda, por favor, corra até a loja de DVD mais próxima por que ele vale muito a pena!






Esse livro trata basicamente de Esperança, Fé, e do Amor sem fronteiras e indestrutível que pode existir entre dois irmãos.
Se recomendo?  DEMAIS


Título: Morte e Vida de Charlie St. Cloud
Autor: Ben Sherwood
Páginas: 296
Editora: Novo Conceito
                                                                                                                   

5 comentários

  1. Parabéns pela resenha Nita! Já li Morte e Vida de Charlie St. Cloud e amei! É um livro emocionante! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. eu queria saber se é um bom livro estou em duvida se compro ou não

    ResponderExcluir
  3. Mano, o livro é ótimo

    ResponderExcluir
  4. Oi Nita!!
    Pra ser bem sincera me surpreendi bastante com este livro. Uma historia envolvente e emocionante mesmo. Me vi agarrada ao livro e não largai ate terminar. Amei mesmo.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...