[Resenha] Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock



| Autora: Ka Hancock | Selo: Arqueiro | Páginas: 336 | ISBN: 9788580412079  Skoob Comprar |


Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor. Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

Dançando Sobre Cacos de Vidro conta a estória do apaixonado casal Lucy e Mickey Chandler, eles se amam e não conseguem imaginar o quão vazia seriam suas vidas se eles não tivessem um ao outro. Só que não é fácil. Eles são felizes juntos, mas diariamente têm que passar por muitas provações.

Lucy é uma personagem querida, que ama muito a sua família e é o porto seguro do marido. Ela perdeu a mãe muito cedo, vítima de câncer, e o fantasma que sempre paira sobre a cabeça dela e das irmãs é: qual das três será a próxima na lista da Sra. Morte por causa de um muito provável câncer de mama? E isso é uma certeza, afinal Lucy já teve câncer e reagiu bem ao tratamento, mas será que ela reagiria tão bem em caso de reincidência?

Mickey é um cara carismático, um homem de negócios bem sucedido, que ama a esposa mais do que tudo no mundo e a seguiria a qualquer lugar. Quando conheceu Lucy tentou ao máximo evitar aquela garota tão cheia de vida e confiança, afinal, quando se tem um grave transtorno bipolar você tem medo de permitir que pessoas se aproximem.

O inevitável acontece, esses dois personagens perdidos e sem perspectivas amorosas se conhecem e mesmo tentando ignorar o que sentem e indo contra preconceitos eles acabam se dando uma chance, eles se arriscam, arriscam serem felizes apesar de tudo, apesar do futuro incerto e ao mesmo tempo cheio de talvez.

Depois de tudo que foi dito, ficou claro que a genética desses dois é um fardo para eles, sendo assim, eles não querem que ninguém tenha que passar pelas provações diárias que eles passam e mesmo se amando muito, eles não querem que uma criança, um provável filho, venha a sofrer e por isso o casal firma um acordo de não ter filhos e ponto final, imagina o quão difícil não seria para essa criança? Só que o inesperado e talvez até indesejado acontece, em uma de suas consultas de rotina Lucy descobre que está grávida.

É então que o casal tem que pôr em prova todas as suas crenças e todo o seu amor. Pra você leitor, pode parecer algo simples apenas seguir com a gestação, mas não é bem assim e cada personagem coloca na balança os prós e contra com relação à decisão de manter ou não a gravidez e é quando algo dramático – para dizer o mínimo- acontece e vem para emocionar e trazer novas e diferentes perspectivas à leitura.

Narrado sob o ponto de vista dos dois protagonistas alternando entre o presente e o passado, quando os personagens se conheceram, Dançando Sobre Cacos de Vidro foi um livro que eu não sabia o que esperar, não é o meu tipo de leitura, não gosto tanto de dramas, mas me dispus a sair da minha zona de conforto e confesso que foi impossível não me emocionar com esse livro (com direito a lágrimas e tudo). Ka Hancock consegue mexer conosco, ela expõem de forma clara e objetiva o que a bipolaridade e o câncer causam à uma família desestruturando-a; a autora nos faz analisar tudo de forma fria e emocional, conseguimos ver por esses dois lados. É uma história de amor linda e gostaria que tivesse filme dele.

Mesmo não sendo fã do Nicholas Sparks acredito que quem gosta dos livros do autor também irá gostar desse livro. Dançando Sobre Cacos de Vidro é uma história crível, sobre superação, confiança, amor, carinho, respeito, relacionamentos familiares, esperança, e que com certeza irá emocionar quem o ler.


2 comentários

  1. Acabei de ler este livro e ele é simplesmente lindo, chorei horrores como nunca havia chorando antes lendo um livro, e assim como você este tipo de livro também não é minha praia, e comecei a ler apenas pq não estava fazendo nada com meu tempo livre e... eis que me surpreendi com a história e a emoção que ela passa, esse livro mudou com certeza a maneira como vejo minha vida, principalmente ao me colocar no lugar de mickey perdendo tudo que ele amava, e no lugar de Lucy, que deu tudo de si. No momento em que ela descreve o quanto gostaria de poder respirar livremente, e o quanto ela antes não dava valor a isso, eu simplesmente tive que parar e refletir sobre o que eu tenho em minha vida, e o quanto devo ser todos os dias grata por tudo... Pessoas, ar, saúde, família, amor...

    E também queria filme, já fico imaginando até os atores kk

    Parabéns pela ótima resenha!

    ResponderExcluir
  2. Também acabei de ler,sou fã do nicolas ,amei a história ,gostaria muito que virasse filme

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...