[Resenha] Incendeia-me - Trilogia Estilhaça-me - #3 - Tahereh Mafi






“- Quero que você me incendeie, meu amor.” 


Incendeia-meUM DIA EU POSSO ROMPER UM DIA EU POSSO R O M P E R E ME LIBERTAR NADA MAIS VAI SER IGUAL O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado. Juliette foi à única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá. Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.







| Autora: Tahereh Mafi | Selo: Novo Conceito | Série: Trilogia Estilhaça-me | Volume 3 | ISBN: 978-85-8163-441-8 | Páginas: 384 | Skoob | Comprar |



“Não tenho mais medo do medo, e não vou deixa-lo mandar em mim. O medo vai aprender a me temer.”


Trilogia "Estilhaça-me"

    1.  Estilhaça-me
    2.  Liberta-me
    3.  Incendeia-me

*Esta resenha pode contem spoilers dos volumes anteriores. 

Último livro da trilogia... #Lágrimas :(  uma série que me fez particularmente me apaixonar pelo mocinho e depois ficar louca de amores pelo vilão! Incomum? Espere até vocês lerem rs

No livro anterior Liberta-me, Juliette havia estado cara a cara com a morte quando levou um tiro do peito pelo pai de Warner, nesse terceiro e último volume a história começa exatamente do ponto em que havia terminado o penúltimo livro, detalhe que eu adoro. Ao acordar, ao invés de estar no céu mortinha da silva Juliette esta na cama de Warner muito bem de saúde (que lugar mais interessante para se acordar não é garotas? #Adoro hehehe) Ao que parece Warner ex vilão gostoso (me desculpem o linguajar chulo, mas o gato merece) esta contra seu pai e salvou a vida de Juliette, sendo agora o mocinho malvado gostoso ;)

Então vivendo com ele, aprendendo um pouco mais sobre sua vida, e sobre seu triste passado, Juliette começa a ver um Warner que ninguém conhece.

“- Há três coisas que você deveria saber a meu respeito, amor. (...) A primeira – diz – é que eu odeio meu pai mais do que você um dia poderá ser capaz de entender. (...) A segunda é que eu sou uma pessoa egoísta sem culpa, que, em quase todas as situações, toma decisões com base inteiramente no meu próprio interesse. E a terceira. (...) Eu nunca tive nenhuma intenção de usá-la como arma.”

Lembram-se do Adam? Pois é... Sobrou na história, o pobrezinho estava achando que ela estava morta enquanto a bonitona curte o ex vilão no seu castelo.
Adam esta escondido com seus poucos amigos que sobreviveram do Ponto Ômega, lutando para sobreviver, ao reencontrar Juliette ela parece mudada, tudo esta mudado, ela esta menos mocinha indefesa, e agora é ''amiga'' do seu inimigo Warner! Entre uma briga e outra ela vai ter que escolher o que quer afinal, o novo Warner, ou seu amor Adam? Essa questão vai destruir corações meninas e exigir lenços dos leitores mais sensíveis.

O último livro trabalha a questão da escolha de Juliette, o contra ataque contra o Restabelecimento, a morte do pai de Warner... Desta vez ela esta mais crescida, determinada, conhece melhor o seu poder, sabe que tento o pode destruir, tanto quanto de ser a salvação do mundo. Ela deixa de ser uma garotinha que tem medo de tudo e só chora. Essa nova mulher, corajosa, menos ''mansa'' e com sede de lutar, tanto a assusta quanto a fortalece. É uma nova personagem saindo da antiga casca e descobrindo sua real natureza.

Ouvi muitas reclamações a respeito desse livro, acredito que todo o ‘’último livro’’ gera grandes expectativas nos leitores, pois cada leitor idealiza um final para ele, e quando finalmente o lê, dificilmente encontra as coisas da forma como esperava. Como eu sempre procuro ler sem esperar nada além de ser surpreendida, adorei o final, fiquei triste com as mortes, com a ponta que sobrou nesse triangulo amoroso, porém gostei da história como um todo, teve muita ação, menos ‘’mimimi’’ mais atitude por partes dos personagens, pois não só Juliette se mostrou verdadeiramente, como Adam e Warner se mostraram completamente diferente dos caras que conhecemos nos primeiros livros, acredito que a palavra chave foi ‘’amadurecimento’’.

“Eles podem tocar em mim se quiserem e talvez eu cause ferimentos, mas minha pele não vai matar mais. Porque eu nunca vou deixar chegar tão longe. Porque agora eu sei como controlar o poder.”

Curti muito o fluxo de informações, a forma como a autora nos manteve ansiosos não só neste volume, mas em todos os outros, nos dando e escondendo informações. Adorei os personagens tanto nos dois primeiros livros, como no último.

Um personagem que adorei e me surpreendeu foi Kenji, amigo de Adam e agora melhor amigo de Juliette, a autora deu muito mais voz para ele, transformou um coadjuvante e um quase principal na minha humilde opinião. Ele deu graça e humor ao livro, foi um amor de pessoa durante toda leitura, pudemos conhecer um pouco mais sobre ele, e seus diálogos com sua amiga são imperdíveis!

Minhas reclamações: Poderia ser uma série maior kkkkk, eu adoraria ter um quarto, quinto, sexto livro e assim vai... Também achei a batalha final fácil de mais, rápida de mais depois de tanta luta, imaginei um pais inteiro contra eles, um mundo inteiro e o que vi foi um exercito apenas, como se fosse apenas uma cidade. Mas nem tudo precisa fazer sentido na história para ela ser boa.

Recomendo para todos que curtem uma boa distopia com pitadas de um romance #Hot, sim galera, esse livro me surpreendeu no quesito ‘’sexo’’ foi bem quente algumas cenas... #Ta um calor aqui né? rs
A diagramação como sempre esta linda, folhas amareladas, letras de bom tamanho, capa bonita. Preciso ressaltar que adoro os títulos da trilogia, esbanja criatividade e bom nexo com o conteúdo. 

''- Não há nada a temer. Não há nada com que se preocupar. Não se aflija com nada neste mundo transitório - ele fala suavemente.Eu me inclino para trás, uma pergunta em meus olhos.- É a única maneira como eu sei existir - ele fala. - Em um mundo onde há tanto com que se afligir e tão poucas coisas boas a aproveitar? Eu não me aflijo com nada. Eu aproveito tudo.Eu olho nos olhos dele pelo que parece uma eternidade.Ele se inclina para a minha orelha. Baixa a voz.- Quero que você me incendeie, meu amor.''

Vai deixar saudades, acredito que foi o primeiro livro onde comecei a leitora apaixonada pelo mocinho e terminei amando o vilão. Foi uma boa jogada da autora, estou ansiosa por seus próximos livros pois adorei sua forma de escrita, esbanja criatividade. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...