[Resenha] Gears Of War - Fim da Coalizão - Karen Traviss




| Autor: Karen Traviss | Editora: Única | Páginas: 448 | ISBN: 9788567028286   Skoob Comprar |


A batalha que vai definir o futuro da Coalizão! Com Sera dizimada pela Horda Locust e sua população quase extinta, ela agora se divide em três facções: os Abandonados, aqueles que lutam para viver em pequenos grupos e não atendem a nenhum governo; a COG (Coalizão Ordenada de Governos), que um dia fora uma grande organização mas que hoje foi reduzida a um punhado de militares e civis; e os Gorasnis, os últimos sobreviventes da URI (União das Repúblicas Independentes), antigos inimigos da COG. Quinze anos depois do colapso mundial, COG e URI buscam refúgio na pequena e remota ilha de Vectes. Entretanto, depois da fuga e de uma breve paz entre as duas nações, Marcus Fenix e seus companheiros devem lutar contra outra ameaça, os Lambent, enquanto tentam descobrir as origens das mutações que assolam Vectes e Sera. Ao decidir entre duas missões suicidas, os Gears e a URI ainda devem enfrentar o presidente Richard Prescott, que guarda um último segredo sobre os Locust e os Lambent. Um segredo que pode definir o futuro da humanidade. Se houver um sobrevivente.


Okay, é difícil começar uma resenha de um livro que foi baseado em um jogo. Venho acompanhando essa nova – e porque não dizer – onda que tem surgido entre os autores estrangeiros. Afinal, existe uma necessidade de entender a história de um determinado jogo. 

Antes de continuar, queria contar uma péssima experiência que tive com os livros inspirados na série de jogos Resident Evil. Amo os jogos de coração, a série de filmes com mais amor ainda; mas os livros não me convenceram. Não conseguiram passar a realidade que eu conseguia enxergar nos jogos/filmes. Felizmente, não foi o que aconteceu com Fim da Coalizão. E nesta resenha, você entenderá o porquê. 

Gears Of War é uma franquia de jogos que já vendeu cerca de 20 milhões de cópias no mundo todo. E já posso dizer que me interessei nos jogos depois de ter lido o livro – o que você pode pensar ser estranho, afinal, não é o contrário que acontece? 

Karen Traviss tem uma escrita perfeita e uma narrativa até interessante, uma vez que observamos os elementos narrativos já usados em outros livros. Não é uma história que surpreenderá o leitor, mas mostra um lado que não seria tão explorado no jogo. 


“A fofoca se espalha rapidamente em uma comunidade como a base naval. Era aquela tal estranha criatura conhecida como um cochicho, que em um bom dia podia ultrapassar o alcance dos comunicadores de rádio mais depressa do que uma doninha lambuzada na manteiga.”


Algo que me chamou muito a atenção foi a “parada” das facções. Sim, meus caros, facções não são apenas um privilégio das distopias, okay? A população foi quase extinta e agora se divide em três facções: os Abandonados, a COG e os Gorasnis. Agora vamos entender um pouquinho sobre cada facção.

Os Abandonados (como o próprio nome diz), são os que vivem sozinhos, abandonados e não ligam para nenhum governo. O que achei legal, já que – até nos livros de distopia – os grupos sobreviventes sempre são interligados a um governo. 

A COG (Coalizão Ordenada de Governos) – tá aí um grupo que eu gostaria de fazer parte. Esse grupo dá nome ao subtítulo do livro, o que favorece-os como meus favoritos nesta história. Porém, eles foram (no passado) uma grande organização, e hoje restam apenas alguns militares e civis. 

Os Gorasnis foram antigos rivais da COG. Mas agora digamos que existe uma paz entre os dois grupos (afinal, todos querem sobreviver). Ambos buscam refúgio na ilha Vectes, um lugar doidão cheio de criaturas macabras e estranhas. Oh, são meio que mutantes. No livro são bem descritas essas criaturas, embora deixe uma abertura para que o leitor imagine cada uma delas. 


“— Você ia atirar em mim, seu bastardo! – ele gritou — Você ia, né?”


Lambent é a nova ameaça e eles precisam unir suas forças cada vez mais, para que consigam sobreviver. Não é um livro que irá mudar sua vida, mas certamente trará um pouco de tensão ao mesmo tempo que você leitor torcerá por alguma dessas três facções. A Editora Única fez um ótimo trabalho com a diagramação e a adaptação da capa nacional. Um excelente trabalho, vale a pena conferir!

Um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...