[Resenha] Enders - Starters - Livro 2 - Lissa Price



Enders

| Autora: Lissa Price | Selo: Novo Conceito | Páginas: 288 | ISBN: 9788581633602 | Skoob | Comprar
Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do ir- mão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. Além disso, o Velho ainda se comunica com Callie. O pesadelo não terminou. Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama. Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.



‘’Não confie em ninguém além de você mesma.
E em seguida, questione essa confiança.’’

*Atenção esta resenha contém Spoilers do primeiro volume Starters*

E quando Callie pensa que finalmente poderá levar uma vida confortável ao lado do irmão Tyler e do melhor amigo, Michael, tudo desmorona...

Callie agora vive confortavelmente na mansão que antes pertencera a Helena. Mesmo tendo a chance de recomeçar Callie ainda tem aquele chip implantado e ele permite que o Velho faça contato direto com ela, na sua cabeça, como numa ligação telefônica na qual ela não consegue recusar a chamada e na qual a voz do outro lado é de uma pessoa que a assombra e que é protagonista das suas piores lembranças e dos seus pesadelos. E essa pessoa faz muita chantagem e pressão emocional com a protagonista, deixando-a sempre tensa e com receio dos resultados de suas atitudes.

‘’(...) Sentia falta de Blake.Mas não desse Blake.Mesmo assim, isso significava que eu sentia falta de... não. Não queria pensar no que aquilo significava. Era horrível demais. Repugnante. Eu precisava tirar aquilo de minha mente e me concentrar em como iríamos impedi-lo de continuar com seus planos.’’

Todos aqueles que alugaram seus corpos para a Prime agora são chamados de Metais e são procurados pelo antigo dono dessa macabra empresa e Callie não seria a exceção, pelo contrário, ela é a prioridade já que o seu chip é único. Como lemos em Starters, enquanto uma pessoa ocupa o corpo de Callie ela tem plena consciência do que está acontecendo, ela só não consegue controlar seus movimentos, e ainda há um agravante, seu chip foi modificado, enquanto todos os outros Metais não conseguem matar, o chip de Callie permite que ela o faça, e por ela ser uma atiradora muito habilidosa, isso permite uma precisão muito maior na execução.

‘’ – (...) É você quem nós queremos Callie Woodland. Você é a única pessoa com uma chip alterado que permite matar. Você é a única D.M.A. – Tentei me soltar, mas ele me agarrou com firmeza. – Doadora de Múltiplos Acessos. Você é a única que pode receber alguém em sua cabeça sem que seja necessário fazer a transposição total. Você ainda fica consciente. Pode ouvi-los. E significa, também, que você pode ter outra pessoa dentro de si. Isso é algo que ninguém conseguiu recriar em qualquer outro Metal.’’

Callie é muito valiosa e há pessoas que farão todo o possível para pôr as mãos nessa tecnologia e é então que Callie fugirá para proteger o irmão menor e fará o possível para expor tudo que há de errado com relação ao Velho enquanto tenta proteger os outros Metais. Novos personagens são inseridos na trama e o nível de adrenalina sempre se mantém alto.

‘’Entretanto entendi o que Emma disse. Sentia o mesmo. Mais do que tudo, queria ser normal novamente. E ela tinha razão: nunca estaríamos seguros se não nos livrássemos dos chips. Sempre haverá alguém tentando nos controlar ou seqüestrar para conseguir o chip. E eu preferia que minha cabeça fosse aberta por um neurocirurgião experiente a passar por uma cirurgia com algum ladrão.’’ 
Novos mistérios surgem, entre eles alguns envolvem os pais de Callie e ela está obstinada a conseguir respostas custe o que custar. Finalmente descobrimos como surgiu a tecnologia que permite a transferência de mentes e corpos e qual era o real intuito dela ao ser criada e como o Velho teve acesso a ela e como a Prime (conhecida como banco de corpos) surgiu. E claro, como a própria capa mostra, máscaras começam a cair e finalmente descobrimos quem está por trás da máscara do Velho.

Enders é o segundo livro da duologia distópica Starters escrita pela Lissa Price, narrado em primeira pessoa pela protagonista. Gostei da capa, ela tem uma clara conexão com o conteúdo do livro e tem um efeito metálico igual ao do primeiro volume, a diagramação é simples, com folhas e letras propiciando uma confortável leitura.

Intenso, repleto de ação, aventura e revelações, depois que você começa a ler Enders não consegue parar até saber o desfecho da história.

‘’(...) Com o tempo, Starters se tornariam Middles e, depois Enders e as novas gerações não teriam aquele buraco enorme que tínhamos agora. Talvez, quando esse dia chegasse, não importaria tanto o fato de sermos jovens ou velhos, ricos ou pobres, ou a aparência exterior que cada um tinha.’’

A única coisa que eu não consegui engolir direito sobre essa série foi o fato de o governo ter vacinado contra os esporos apenas os idosos e crianças e ter deixado os adultos, que de fato poderiam contribuir mais com a sociedade e cuidar das crianças, à própria sorte (a qual não foi muito boa e os exterminou), sério, que governo faria algo tão estúpido? E depois dos Middles terem morrido, o Governo cria uma regra de que Starters não podem trabalhar e ainda por cima, os Enders viram as costas aos Starters deixando-os famintos, desabrigados e sem a chance de poderem trabalhar para reverter essa situação. Essas pessoas não sentiam um mínimo de empatia?

*Obs. Resenha feita pela Andréia, eu Nita, apenas editei e acabou ficando com minha assinatura. ^^




Um comentário

  1. Oi
    Quem quiser gostar de Enders que goste, eu mesma odiei. Achei fraquinho e as perguntas - todas - continuaram... claro que teve pontos fortes, mas eles não salvaram o livro.

    xoxo
    Mila F.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...