[Livros X Filmes] O Lado Bom da Vida



Oi pessoal! Resolvi trazer para vocês umas postagens diferentes, e vou começar a falar um pouco sobre filmes que assisto e que acho que vocês vão gostar de assistir. Ou que talvez vocês tenham assistido e a gente possa conversar.





E pra estrearmos bem, que tal falarmos um pouco sobre um filme que me instigou um sentimento que jamais havia sentido. Não sei definir em uma palavra, mas eu gostei do filme e do livro de maneiras diferentes e pensei em falar sobre isso. O livro que estou falando é O lado bom da vida estrelado por Bradley CooperJennifer Lawrence dirigido por David O Rusell.


Normalmente, os filmes ou são bons, mas não tanto quanto o livro, ou se torna razão para nosso ódio. Esse foi o primeiro filme que eu gostei de maneira totalmente diferente do livro, nem melhor, nem pior; apenas diferente.

O livro, embora tenha gostado, não me foi razão para suspiros e nem tão encantador ao ponto de se tornar favorito, porém sou leitora a tempo o suficiente para que quando o livro é bem estruturado e os personagens muito humanos é fato que gostarei do livro.

O filme traz um tom de humor e cultura americana que faz com que seja um filme tão leve, tão tranquilo de assistir que você mal percebe. Mas ainda ele tem lições incríveis.

Bradley é o Pat mais que perfeito. Sabe quando você vê um filme e este é baseado em um livro, o ator que imaginei é ideal, não apenas fisicamente como emocionalmente. Ele me passa a inocência, a loucura, a insistência do Pat, além dele me fazer rir aos montes.



Já a Jennifer, atriz que sou apaixonada por Jogos Vorazes, não foi a Tifanny que imaginei. Posso ser estranha, mas imaginei a Tifanny bem mais velha, sei lá, eu não achei ela tão louca.E algumas interpretações não foram como imaginei, mas não sei se isso significou que não gostei da sua atuação. Sinceramente, sua atuação é uma interrogação pra mim.

No livro, todas as surpresas foram deixadas para o fim, e no filme tudo é dito no começo o que faz com que alguns fatos sejam diferentes.

O filme é mais engraçado, o livro mais sentimental. O filme com sua legião de bons atores, incluindo Robert De Niro, me fizeram me sentir em um filme americano e me divertindo como se fizesse parte de uma família americana. Já o livro, me fez conhecer mais a fundo os personagens.


Não sei se fui clara, mas espero que você se deliciem como eu pelo livro e pelo filme.


3 comentários

  1. Esse é um dos livros que está na minha meta de leitura no skoob, vi ele uma vez nas minhas idas à americanas e gstei, mas ainda não sabia nada sobre a história (ainda não sei ja que voce nao falou), acho que agora tenho uma noção.

    Consegui entender o que voce quis dizer, beijo.

    Ananda Maciel ∞̕

    ResponderExcluir
  2. Amo o filme e amo livro, mesmo achando os dois bastantes diferentes!

    Eu adorei o post

    beijos

    leitoraemlondres.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei do poste, eu também imaginava a Tifanny mais velha, teve algumas coisas do livro que senti falta no filme e tinha coisas que nao tinha no livro mais tinha no filme.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...