[Resenha] Cante Para Eu Dormir - Angela Morrison




| Autora: Angela Morrison | Editora: Pandorga | Páginas: 364 | ISBN: 9788561 784133 | Skoob| Comprar |

Cante para eu dormir revelará a dura realidade de vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bullying e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso dica para trás quando ela é convidada para ser vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando á milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.

‘’Ela é muito feia, Tara. O que foi que você fez?
Como se ela tivesse comido ou bebido alguma coisa estranha que me fez nascer vermelha, empolada e com uma mancha roxa na esta. Sem cabelo. Cabeça cônica, por causa do parto. Meu rosto de bebê contorcido e gritando para ele. ’’

Uma das únicas coisas que Beth sabe sobre o pai é isso, que assim que a viu ele ficou espantado com a aparência dela e que ela nunca chegou a conhecê-lo. Narrado em primeira pessoa pela Beth, uma garota que foi criada com muito amor pela mãe e que sofreu bullying no colégio, sendo apelidada de ‘‘A Fera’’ ela sofre humilhações diárias, mas ela tem um amigo, Scott, que está sempre ao seu lado e é digamos, o seu fiel escudeiro, estando sempre a postos para oferecer seu apoio e seu ombro amigo e que desperta nela sentimentos conflituosos.

Beth tem um dom, ela canta divinamente e sabe disso, tanto é que faz parte de um coral e eis que surge a oportunidade de ela conseguir um solo e ir junto com o seu coral (que é formado apenas por garotas) para a Suíça numa competição internacional de corais. Então Beth agarra essa oportunidade e mostra para o que veio. Só que a aparência de Beth não é das melhores, alta, meio desengonçada, cheia de espinhas no rosto e usando óculos fundo de garrafa; infelizmente não basta apenas cantar, ela deve ter uma aparência digna da principal cantora do grupo. E graças ao recurso financeiro da patrocinadora das meninas, ela passa por uma mudança radical e quando termina, nem o seu bully a reconhece, e pior ele ainda dá em cima dela.

Quando as meninas chegam à Suíça tudo é perfeito! E Beth acaba conhecendo o belo Derek, a estrela do coral dos Amabiles (coral composto só por garotos). Beth fica encantada por ele, mas ela sabe que nenhum garoto bonito se interessaria por ela, não sem segundas intenções ao menos. Só que Derek fica fascinado por Beth e pela sua bela voz e pouco a pouco vai rompendo as barreiras dela. E logo os dois começam um relacionamento.

‘’Ele me deixa assustada. Eletrizada. Confunde totalmente meu senso de direção. No alto das árvores. No chão. Nas luzes do palco. Em seus braços. Não faço idéia de onde estou. ‘’

Como eu já disse, Beth sofreu muito e isso a fez se ver de uma maneira deturpada, ela sabe que tem uma voz incrível, mas tem uma baixa alta estima e isso a deixa meio paranoica e neurótica e depois da sua transformação, sua personalidade muda um pouco, sua auto-estima muda, mas os fantasmas das agressões sofridas sempre voltam para deixá-la com dúvidas se o que tem com Derek é real e se tudo não irá desmoronar quando ela acordar, e quando ambos voltam para suas cidades (que por sinal são próximas) Beth vê Derek mais distante, ele diz que a ama, mas ela sabe que tem algo errado e fica transtornada por tentar desvendar o mistério do seu namorado e por ele ser sempre tão evasivo e deixar claro que ele não quer revelar nada.

E tudo piora já que Derek está longe e Scott está tão perto e agora suas antes indiretas amorosas se tornaram investidas bem diretas e Beth se vê cada vez mais confusa. E Beth fica em dúvida sobre qual dos lados escolher nesse triângulo amoroso, mas ela decide que será guiada pelo seu coração.   

‘’Preciso de um ventilador. Como ele ainda consegue me deixar assim? Tenho namorado. Não estou mais desesperada. ‘’

Eu gostei do livro, mesmo tendo ficado irritada várias vezes com a protagonista. Infelizmente não tive empatia pelos personagens, não os senti próximos, sabe? A personalidade da Beth parecia uma montanha-russa, mudava muito rapidamente. Adorei o Derek, ele foi um personagem incrível, encantador, inspirador e cativante e ainda canta muito bem, ou seja, não tem como não se apaixonar por ele e no final do livro ficou bem claro o motivo de ele ser o melhor personagem (explicarei essa parte mais a frente) e o Scott, achei esse um personagem meio forçado sabe, parecia que ele não tinha lugar nessa história e que a autora forçou a sua entrada.  

‘’Devia ser fácil. A maioria dos garotos ia simplesmente querer meu corpo e pronto. Usar-me e dar o fora, como meu pai biológico fez com mamãe. Tudo que Derek quer é cantar comigo. Ele está em um plano de existência totalmente diferente. Se isso tivesse a ver com sexo, seria muito mais fácil.
Mas não é o que ele quer.
Ele quer a minha alma. ‘’

Há um mistério em torno do Derek, algo que muda completamente a estória quando enfim descobrimos o que é. Fiquei muito emocionada com o final do livro. Tive uma relação de amor e ódio com Cante Para eu Dormir, já que não gostei muito da protagonista e sobre os dois garotos, uma hora eu gostava deles e na outra não, enfim, gostei da estória, mas tive um sentimento conflituoso com relação aos personagens.

Sobre a obra física, adorei a capa escolhida e o título tem tudo a ver com a história e se encaixou perfeitamente. Já sobre o texto e sua revisão, encontrei muitos erros tais como, ex: ‘‘Que saco. O que fazerei se tiver quebrado?’’. Isso mesmo fazerei e não foi uma única vez que vi essa palavra no texto hein, sem falar que não foi o único erro que eu encontrei.

No final da obra a autora fala que o livro é uma homenagem a um garoto chamado Matt, não posso falar o motivo da homenagem se não seria um baita spoiler, mas fiquei, como já disse, muito emocionada e assim como Derek, Matt também cantou no coral Amabile.

‘’Matt inspirou essa história e é em homenagem à memória dele que a compartilho com você.‘’ - Angela Morrison


4 comentários

  1. Nossa esse é um dos livros que marcou a minha vida.!
    Já faz um tempo que eu o li, mas me lembro que me peguei varias vezes desejando ter um Derek na minha vida hehehe .. Bom, ele é o primeiro livro que li da autora, espero ler outros, pois esse foi muito bom. Amei sua resenha :]

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sou louca por esse livro, queria muito comprar e ler, amei sua resenha viu? Ficou ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Catharina, espero que goste do livro ^^

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Delmara *-*
    O Derek é perfeito, né?! Quero um desses para mim #ComoFaz?

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...