[RESENHA] Belle - Lesley Pearse



| Autor: Lesley Pearse | Selo: Novo Conceito | IBSN: 9788563219879 | Páginas: 560 | Skoob |

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade? Autora # 1 bet-seller, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

Belle é uma vencedora. Esse sim é o tipo de livro para ler, reler, chorar e lutar com todas as forças para não se emocionar de mais com os personagens. Belle tem 15 anos, é uma garota inocente como qualquer outra.

“É preciso coragem para perder a inocência”.

 Porém ela mora em um Bordel. Não exatamente num Bordel, mas sim na parte debaixo dele. Sua mãe, Annie, é a dona do Bordel e vive disso. Ela proibiu as meninas da casa de contarem a Belle o que acontecia na parte de cima, nos quartos...

Até ai, Belle é inocente.
Mog é a melhor amiga de Annie, e praticamente mãe de Belle. Ela expressa todo o carinho que sente pela garota. Diferente de Annie, que sempre foi fria, até metade do livro... Não é revelado nada sobre seu passado e o porquê dessa frieza. 

 As meninas da casa nunca contaram nada a Belle por respeito a Annie e Mog. As meninas, sempre tomam chá junto com Belle, na cozinha do bordel. E Belle ajuda limpando os quartos, e mesmo assim não sabe o que acontece neles.

Um dia Belle esquece a hora e acaba dormindo em uma das camas, de um dos quartos do Bordel, quando... Acorda com a porta sendo aberta por uma garota e um cliente. Acho que vocês devem saber o que acontece num quarto de uma casa de prostituição.

Uma das coisas que me impressionaram no livro, foi a inocência de Belle, que é retratada de forma tão real, que fiquei tocado em muitas partes do livro – foi o ponto chave que me fez ler o livro do início ao fim, sem reclamar das descrições tediosas.

Belle se esconde rápido embaixo da cama. Uma das garotas da casa – a melhor, por sinal – Millie acaba morrendo nessa noite. Em cima da cama, morta por Kent, seu cliente que tinha uma fixação pela garota.
Mas Belle foi burra neste momento.

Sim, burra.
Tive vontade de dar um sermão daqueles. Qualquer pessoa normal nesta situação, ficaria na cama até o homem sair do quarto, mesmo que isso fosse trágico.

Mas não! Belle tem a ousadia de sair debaixo da cama e ir correndo para a porta! Ou seja, ela praticamente disse para o assassino: “Oi, agora eu sou testemunha, me mate!”

E isso me deixou irritado com Belle. Por conta disso todos os acontecimentos ruins foram resultado da burrice de Belle.

Depois disso ela passa a ser testemunha, e Kent sabe muito bem disso. A história acontece em 1910, em Londres. Imagine um bairro cheio de bordeis num determinado bairro.

Kent tem a brilhante ideia de mandar vender a virgindade de Belle. Pois é, a parte dura do livro. Ela é abusada por vários homens numa noite só.

Fica apavorada. Com uma vontade enorme de morrer. No livro, Belle aprende que ser prostitua é normal. Num mundo onde é preciso fazer de tudo para viver.

“Pegue a oportunidade de escolher seu próprio caminho de vida”.

São tantos acontecimentos, que não seria justo que eu contasse tudo a vocês, então, só fica a minha indicação: leiam o livro. É uma história surpreendente. Só não virou favorito porque, por mais que o livro tenha sido emocionante, sofrido e tal... Não me fez chorar. Escrita perfeita, história ótima, mas peca por ser pesado demais. Pegando o lado frio de leitor e colocando-o em prática.



2 comentários

  1. Vai ser um sucesso esse livro, esse escritor é muito bom!

    Bjs, Isabela.

    ResponderExcluir
  2. Essa série está um sucesso, estou bem curiosa para ler.

    Bjs, Isabela.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...