Navegar...Navegar...




NAVEGAR...NAVEGAR...

Fiz de minha vida um navio

E de meus sonhos, profundo mar

Lancei meu navio na água

E deixei o vento o levar

A brisa que sopra mansa

Acalenta as ondas do mar

E por mais que ele balance

Seu controle há de voltar

Voltar para as mãos seguras

Que norteiam meu navegar

A seguir o caminho às escuras

Sob a auréola de doce luar

E a luz que o iluminar

Com o brilho do amanhecer

Certamente vai me mostrar

As espumas do meu viver

Mas se um dia um recife aflorar

À frente desse navio

Não sei se vou suportar

Traçar mais esse desvio

Cansei-me de navegar

Cansei-me de tanto sofrer

Se é pra viver nessa mágoa

Prefiro, em vez de aportar

Abrir com minhas mãos a água

Pra ver meu navio naufragar...
 
 
Lindo né? um amigo me passou esses dias,
Mas como fiquei em duvida quanto o autor, prefiro não dizer nenhum nome,se alguem souber adoraria que me contasse * - *  

Um comentário

  1. "Voltar para as mãos seguras
    Que norteiam meu navegar"

    Coisa mais linda *-* também queria saber o autor.
    Isabela

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...