O Castelo de Vidro - Jeannette Walls (Glass Castle)

"Quando comecei a sexta série as outras crianças mexiam com o Brian e comigo por que eramos muito magrinhos. Elas nos chamavam de perna de aranha,menina esqueleto, chave inglesa, bunda seca, mulher graveto, bambu e girafa diziam que eu podia me proteger na chuva ficando embaixo de um fil de telefone."


Este livro eu não conhecia nem sabia de sua grandeza ou fama até que ele caiu em minhas mãos. Como eu sempre fui apaixonada por livros meu pai tem o costume de me trazer alguns de sebo quando ele passa por umcerto dia ele chegou com esse livro junto com ''Pássaros feridos'' como esse eu já tinha ouvido falar muito comecei a ler sem dar muita importância para o outro, até que terminei e peguei ''o castelo de vidro'' e dei uma olhadinha nas primeiras quatro páginas. Desde esse momento não parei mais, li nesse dia até as 3:30hs da manhã e no dia seguinte terminei ele antes do almoçoacreditem é uma leitura insaciável e frenéticaeu não conseguia mais parar e fiquei meio maluca com  esse livro, pois ele me levou aos extremos. Eu chorei, me indignei, fiquei brava, ri muito, gargalhei, fiquei pasma, chocada...fui do ódio ao amor neste livro. Terminei a leitura exaltada e precisei de um tempo pra me recompor depois. 

Neste livro a Jeannette conta suas memorias da infância ate sua maturidade, chegando ao casamento. São relatos impressionantes (que confesso que se fosse comigo não sei se teria coragem de revelar a alguém) mas neste livro essas memorias não são contadas da maneira como estamos acostumados a ver neste tipo de leitura. Em momento algum ela nos faz parecer que esta pedindo nossa piedade ou que tem raiva das coisas que passou, ou guarda ressentimento por alguém. O que mais me impressionou foi a coragem e inteligência que ela demonstra que teve desde a infância para superar tantos obstáculos e fazer graça com passagens que se deveria chorar. Ela usa em diversos momentos de sátiras e um humor negro como ela mesma diz, que nos faz dar altas risadas em situações inusitadas ao invés de chorar. 
 Sabe quando a situação ta tão difícil e desastrosa que damos risadas de "não tem como piorar''  aqui vemos diversos momentos como esse. A maior lição que podemos tirar desse livro é perceber "como choramos de barriga cheia'' é claro que todos temos nossos problemas e nossa cota de sofrimento na vida mas as vezes temos que olhar para trás e ver aqueles que teriam tudo para desistir da vida dos sonhos mas continuam batalhando e sempre com um sorriso sincero no rosto. O que eu posso lhes dizer desse livro é "nunca vi nada igual" realmente espero que possam dar uma olhada (acredito que basta 3 a 4 páginas para que vocês fiquem fascinados) garanto que este livro só poderá lhes fazer muito bem.

Resumo: Este livro relata-nos uma comovente lição de vida. Jeannette Walls é hoje uma bela mulher, bem sucedida na sua carreira de jornalista. Mas há duas décadas que ela esconde um segredo: as suas raízes.Jeannette é filha de Rex e Rose Mary Walls que tiveram mais quatro filhos. Rex e Rose eram dois idealistas que formavam, com os filhos, uma família excêntrica, disfuncional e que viveu sempre, por vontade dos pais, no limiar da pobreza. Optaram por viver como nómadas, mudando constantemente de cidade em cidade. Sem casa, iam vivendo em armazéns abandonados ou acampavam nas montanhas. Os filhos tiveram de sobreviver sozinhos. Eram eles que arranjavam a comida, limpavam o espaço onde viviam e eram ainda eles que tentavam convencer os pais a trabalhar. Ao longo dos anos foram-se amparando uns aos outros, numa luta sem fim para conseguir sobreviver.


Jeannette Walls: hoje em dia ela  mora na Virginia, Estados Unidos, e é casada com o escritor John Taylor. Já trabalhou em vários jornais e revistas, como o USA Today e a New York Magazine. Colabora regularmente com o canal a cabo norte-americano MSNBC. O Castelo de Vidro ganhou vários prêmios, entre eles o Elle Readers de 2005 e o Alex 2006 da American Library Association. 

Trechos comoventes e inesquecíveis :

"Quando as outras  garotas entravam e jogavam fora os sacos com os restos do almoço,eu ia catar na lata de lixo. Eu não conseguia me conformar com toda aquela comida boa: maçãs, ovos cozidos,pacotes de biscoito de amendoim amanteguado, picles, caixinhas de leite, sanduíches de queijo com uma mordida. Só por que a menina não gostava  dos pedaços de tempero misturados ao queijo. Eu eu voltava para dentro do banheiro e dava uma conferida nas minhas descobertas deliciosas antes de comer"

"Escolhe a tua estrela favorita — disse ele naquela noite. Ele disse que eu podia ficar com ela para mim. Ele disse que era o meu presente de Natal.

— Você não pode me dar uma estrela! — falei. — Ninguém é dono de uma estrela.
— É isso aí — disse ele. — Nenhuma outra pessoa tem uma estrela. Basta você declarar que tem antes dos outros, que nem aquele carcamano do Cristóvão Colombo, que declarou que a América era da rainha Isabel. Declarar que uma estrela é tua tem a mesma lógica
Pensei bem e cheguei à conclusão de que o papai estava certo.(...)
Quero aquela — falei.
Papai sorriu.
— Aquele é Vênus — disse ele. — Vênus é apenas um planeta bem chinfrim se comparado às estrelas de verdade. (....)
Gosto dele mesmo assim — falei. Eu já admirava Vênus
E ele me deu Vênus."





Eu quase não acreditei quando vi esse video com a mãe da Jeannette...Rose Mary






2 comentários

  1. Oi, Nita
    Otimo o seu post, tb me senti assim qdo li esse livro;fiquei com muita raiva do pai dela..rs..muito legal o video, nunca tinha visto. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nita,

    Fiquei emocionado com seu comentário no "Literatura Exposta". Eu sou um fã do "Além do Infinito Azul". Sem duvidas um dos romances mais bonitoa que ja li.

    Espero ter conseguido uma leitora fiel de meu blog, não apenas nos "Livro em Cena", mas em todos os textos que coloco semanalmente lá. Será um prazer e um gosto contar com sua leitura de meus textos, e roteiros.

    Grande abraço!
    Leonardo Távora

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário e se houver necessidade responderemos pelo seu e-mail ou aqui mesmo. Obrigada pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...